Associação Paz e Bem pode se tornar de Utilidade Pública

Foi apresentado na Câmara de Vereadores de Cuiabá um Projeto de Lei que declara de Utilidade Pública a Associação Paz e Bem, entidade civil de defesa de direitos sociais, sem fins lucrativos e com caráter exclusivamente beneficente, assistencial, educacional, cultura, ambiental e filantrópica. A proposta é de autoria do vereador Delegado Marcos Veloso (PV).

Fundada em 13 de julho de 2017, a Associação Paz e Bem foi constituída em razão da observação da necessidade de se promover uma sustentabilidade ao Meio Ambiente. Realizando ações que, ao mesmo tempo em que se conscientizasse e impulsionasse a população a aderir ao projeto, também faz com que ela contribua para a arrecadação de fundos a fim de suprir determinadas necessidades da população carente da Capital.

“O título de Utilidade Pública é condição necessária para que a Associação Paz e Bem, amplie suas parcerias e seu rol de apoiadores, garantindo assim maior pujança em sua atuação”, ressaltou o presidente da Associação Paz e Bem, o advogado Fábio Rosa Neves Pacheco.

A Associação Paz e Bem tem formado parcerias espontâneas com a sociedade civil, empresas, instituições públicas e privadas, na consecução de objetos e materiais recicláveis (latinhas, papelões, plásticos, óleo de cozinha usado, papéis, etc) que são vendidos e revertida na compra de cadeiras de rodas, muletas, cadeiras de banho e andadores.

Todos esses produtos são doados àquelas pessoas com baixíssimo poder aquisitivo e necessitadas desses instrumentos para melhorarem o padrão de vida. Além disso, a Associação Paz e Bem também recebe móveis e utensílios usados, que também são doados à população mais necessitada.

“Essas ações tem repercutido positivamente no seio da sociedade cuiabana, cujos integrantes tem sido beneficiados com as ações solidárias e humanitárias da instituição que, graças ao apoio incondicional e adesão dos entes sociais e empresariais tem obtido condições de promover ajuda àqueles que dependem de uma doação dessa natureza, e que, para eles, fazem uma enorme diferença em seu modo de vida, no alcance de significativas melhorias no bem estar pessoal”, ressaltou Marcos Veloso.

Além disso, a Associação Paz e Bem se preocupa com o conceito de sustentabilidade e preservação ambiental, da limpeza de nossos rios e fontes naturais de água, com a despoluição da cidade e com a preservação das espécies. A coleta de materiais recicláveis, por exemplo, contribui com a retirada desses elementos poluidores e exerce importante papel na conscientização ambiental, contribuindo para o avanço de uma sociedade comprometida com esse posicionamento.

“Essas razões são suficientes para transformá-la numa instituição de Utilidade Pública, mesmo porque, suas ações já fazem parte do cotidiano das pessoas necessitadas, muitas das quais continuam no aguardo de uma doação que modifiquem sua vida e que a ajudem a viver com mais conforto e segurança, enfrentando com dignidade os males causados por algum tipo de enfermidade”, defendeu Marcos Veloso.

Comentários Facebook