Cantinho da saudade

Falar de Altair Caetano, poucos irão saber que é o nome do atacante Fião, a “Pérola Negra”, ídolo e maior artilheiro do Clube Esportivo Operário em todos os tempos. Conforme ele me disse tempos atrás, marcou mais de 500 gols com a camisa tricolor, “inclusive, em uma só partida pelo Campeonato Cuiabano de 1967, marquei 10 gols em uma goleada que o ‘Chicote da Fronteira’ aplicou no Riachuelo por 14 X 1”, vangloriou-se. É lembrado até hoje pela “velha guarda” pela habilidade e velocidade que fez dele um dos grandes nomes na história do Clube Esportivo Operário Várzea-grandense em todos os tempos.

Comentários Facebook