Desenvolvimento integral no ensino e aprendizagem dinamiza a Educação Básica

O ensino em tempo integral é uma realidade presente em Várzea Grande. O Programa Escola em Tempo Ampliado e a construção de novas creches e unidades escolares estão mudando a realidade e resultando em dados positivos para o ensino público do município.

A educação integral incorpora a ideia de uma oferta maior de oportunidades
Tirar as crianças das ruas e oferecer aos pais tranquilidade e segurança para que possam trabalhar e reduzir a evasão escolar foram os principais motivos que levaram a Prefeitura de Várzea Grande a investir em Educação Integral, que tem surtido efeitos positivos. “As mães podem trabalhar tranquilamente, sabendo que seus filhos estão aprendendo e sendo cuidados por profissionais qualificados, com uma das melhores merendas do Estado de Mato Grosso e isso dá segurança às famílias e garante um aprendizado melhor aos estudantes”, salienta a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

Na manhã desta quarta-feira (12), Lucimar Sacre de Campos participou da oficina de teatro , com os alunos da (EMEB) ‘Gonçalo Domingos de Campos – Caic’, do Jardim Alá, que foi a primeira unidade a receber o projeto municipal, em outubro de 2015.

Durante a oficina os alunos com a prefeita desenvolveram uma dinâmica de vencer as barreiras da timidez, exercitando a mente, com a liberdade de se expressarem e falarem o que pensam sobre os temas, respeito, família e sonho. “Acreditamos que com a implantação deste programa estamos garantindo o desenvolvimento dos alunos – intelectual, físico, emocional, social e cultural e construindo projeto coletivo, compartilhado jovens, famílias, educadores, gestores e comunidade. Hoje me surpreendo com o desenvolvimento intelectual destes jovens que já são determinados e sabem o que é melhor para o seu futuro, seguindo o caminho da formação educacional. Neste programa temos altas expectativas de aprendizagem, visto que todos os alunos participantes aprendem e se desenvolvem na mesma proporção”.

Segundo a diretora da unidade escolar, Selcilene Gonçalves de Oliveira, neste período do contraturno escolar eles aprendem informática, dança, música , teatro, educação física e também aprendem a cuidar de horta. O reforço nas oficinas de raciocínio lógico e letramento são obrigatórios, as demais oficinas são de livre escolha.

A Prefeita Lucimar Sacre de Campos disse ainda que os investimentos em educação não se restringem apenas ao Programa Escola em Tempo Ampliado, mas também no Programa de Expansão de Creches, que estão em execução 15 construções, sendo uma já entregue, do montante de 16. “Todas as creches possuem projeto arquitetônico padronizado. Isso faz com que as creches sejam idênticas tanto na área central como nos bairros, o que facilita a manutenção, identificação. Estes novos espaços modernos melhoram a autoestima de todos, alunos, pais, professores e profissionais da educação”.

O secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis explica que o programa de creches é um sucesso devido a este conjunto de características – que privilegiam o ensino em a partir de um projeto elaborado especialmente para este objetivo. “Desde a construção dos prédios até o trabalho da equipe pedagógica, tudo é planejado para que os alunos permaneçam nas creches e recebam todos os cuidados. Temos salas específicas para alimentação, biblioteca e atividades, entre outras, o que torna o ambiente propício para ofertar uma boa Educação Básica”, diz Silvio Fidelis.

Sobre o programa Escola em Tempo Ampliado, Silvio Fidelis diz que é uma proposta inclusiva por reconhecer suas múltiplas identidades e se sustenta na construção da pertinência do projeto educativo para todos e todas e também é alinhada com a noção de sustentabilidade porque se compromete com processos educativos contextualizados e com a interação permanente entre o que se aprende e o que se pratica. “Promove a equidade ao reconhecer o direito de todos e todas de aprender e acessar oportunidades educativas diferenciadas e diversificadas a partir da interação com múltiplas linguagens, recursos, espaços, saberes e agentes, condição fundamental para o enfrentamento das desigualdades educacionais”, concluiu.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos também visitou a Escola Municipal de Educação Básica (EMEB), “Mamed Untar”, que abriga cerca de 300 alunos do 4º ao 6º ano.

Comentários Facebook