Mercedes de vocalista do Maroon 5 deverá ser leiloado por mais de US$ 1 milhão


300SL
Divulgação

O Mercedes-Benz 300SL já foi branco, mas um dono optou por pintá-lo de prata em meados de 1990

Vocalista do Maroon 5 e jurado do The Voice americano, Adam Levine tem um excelente gosto para carros. O artista colocou o seu Mercedes-Benz 300 SL Gullwing de 1955 no famoso leilão da RM Sotherby. E mesmo que você não seja um fã da banda, vai querer conferir esta supermáquina alemã.

LEIA MAIS: Porsche 911 turbo da geração 993 é fabricado do zero com peças originais

De acordo com a RM Sotherby, o carro foi originalmente projetado com carroceria branca e interior revestido em tonalidade azul. Em meados de 1990, um antigo dono decidiu mudar o arranjo da pintura para prata, e revestiu o interior em preto. Durante os anos em que esteve na posse de Adam Levine, o artista decidiu restaurar o revestimento original, em azul. A pintura do Mercedes-Benz 300SL permanece em tonalidade prata.

LEIA MAIS: Entusiastas celebram os 50 anos do Chevrolet Opala

Apesar de não estar com a cor original, o carro está perfeito em sua integralidade. Todas as etiquetas e números no motor batem com o chassi. O modelo de Levine será levado para Fort Lauderdale, na Flórida, onde a RM Sotherby espera arrematar algo na casa de US$ 1,4 milhão (R$ 5,4 mi, em uma conversão simples).

Um Mercedes-Benz 300SL mais que especial


Mercedes-Benz 300 SL 1954
Reprodução/Carscoops

Este Mercedes-Benz 300SL ficou abandonado por mais de 50 anos, até ser encontrado e restaurado

Vale lembrar que o 300SL de meados dos anos 50 foi o primeiro carro do mundo a ser equipado com motor com injeção de gasolina, sem carburador. O sistema é mecânico, que funciona sem auxílio da eletrônica, mas já contribui com o desempenho do motor de nada desprezíveis 215 cv a altos 5.800 rpm.

LEIA MAIS: Mustang Bullitt: aceleramos dois ícones pelas ruas de São Paulo

Dá pra acreditar que um carro desse pode ficar esquecido por 50 anos? Pois aconteceu! O modelo da imagem acima é de 1954 e tem chassi número 43, licenciado por apenas 10 anos. Depois disso, ficou parado em Miami (EUA), com todos os itens originais, inclusive alguns curiosos, como o interior com revestimento cinza.

De acordo com as informações da fabricante, o raro Mercedes-Benz 300SL tinha pintura original azul claro, mas teve que ser repintado em algum momento em meados dos anos 60, sem acabamento. Portanto, desde então, o carro ficou a carroceria fosca.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook