Mototaxistas ganham liberação de veículos apreendidos e prazo para pagamento de taxas atrasadas

p class”msonormal” style”text-align:justify”>O representante da associação dos
mototaxistas de Cuiabá, Wilson Neves, apresentou no plenário da Câmara de
Vereadores, nesta última quinta-feira (11), um projeto de Lei com inúmeras
reivindicações da classe. O projeto solicita a utilização conjunta dos
corredores de ônibus pelos mototaxistas, aumento do ano de utilização das
motos, que passaria de 6 para 8 anos, legalização de mototaxistas que trabalham
de maneira clandestina, entre outras reivindicações.

Na sessão o Prefeito Emanuel
Pinheiro (MDB) através do seu líder na Câmara, vereador Luis Cláudio (PP),
anunciou a liberação dos veículos de mototaxistas de Cuiabá que foram
apreendidos, nas últimas semanas, por agentes da SEMOB (amarelinhos). A
principal causa da apreensão dos veículos foi o atraso no pagamento da taxa que
permite a prestação do serviço de transporte individual de passageiros na
capital.

O prefeito anunciou, também, que após a
liberação dos veículos lançará um decreto pedindo a prorrogação do prazo para
pagamento das taxas. O líder do prefeito adiantou, ainda, que está em estudo
pelo executivo a desoneração total de taxistas e moto taxistas, uma vez que o
exercício destas profissões, geram renda para muitos trabalhadores que não
possuem outra alternativa para garantir o sustento de suas famílias.

Segundo o vereador, Luis Claudio,
o projeto será votado na próxima sessão da câmara, mas antes será apreciado
pelos vereadores e pelas comissões. Podendo, neste período, receber emendas e
sugestões. A expectativa do líder do prefeito é pela aprovação do projeto que
conta com apoio unanime da bancada de sustentação do prefeito Emanuel Pinheiro.

Paulo Wagner – Assessoria de Imprensa

Imprimir Voltar Compartilhar:  

http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-322377.jpg
Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook