Palestra sobre Ética encerra curso de Examinadores de Trânsito

Assessoria

Terminou, na manhã desta quinta-feira (18.05), o curso de Formação de Examinadores de Trânsito. A capacitação foi oferecida para 29 servidores públicos, no espaço multiuso da Diretoria de Habilitação, na sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), em Cuiabá. O encerramento contou com uma palestra sobre Ética ministrada pela secretária-executiva do Conselho de Ética Pública (Consep), Valéria Aparecida Nogueira.

A capacitação é uma prerrogativa dos agentes de trânsito da autarquia para atuar no exercício das bancas examinadoras, no processo de habilitação. A primeira etapa foi realizada com o curso de Instrutor de Trânsito, entre 13 de fevereiro e 08 de maio, totalizando 180 horas/aulas. Já nesta quinta-feira, foram mais 32 horas/aulas, com o curso de Examinador de Trânsito.

Na palestra, a secretária-executiva enfatizou que a ética tem os padrões voltados para a honestidade. “Ser honesto hoje é o mais importante na vida pública, principalmente depois de todos os episódios que estamos acompanhando na mídia. Temos na ética os padrões da moralidade, os padrões sociais e religiosos, bem como os padrões do trabalho”, declarou.

Ela falou que para participar da vida pública, enquanto servidores públicos, é necessário usar muito do padrão ético voltado para a honestidade e decoro. Segundo ela, só assim é possível estar junto com o outro sem almejar qualquer tipo de benefício, influência, maus tratos ou qualquer conduta assediosa.

De acordo com a palestrante, dentro dos padrões éticos da moralidade, da eficiência e da publicidade, na prática o servidor deve estar voltado principalmente para a Lei Complementar 112/2012, visando prestar um atendimento ao público respeitoso, humanizado, com decoro e educação.

O presidente do Detran-MT, Arnon Osny, ressaltou que a gestão tem como uma das prioridade capacitar os servidores para executar as funções. “Todos os agentes devem estar aptos a exercer a função de examinador. Há uma demanda crescente e não temos a intenção, como gestão, de entregar este serviço a terceiros. É uma prerrogativa do servidor atuar como examinador”, disse.

Nesse processo de formação, a Coordenadoria da Escola Pública de Trânsito do Detran tem fornecido a capacitação e a certificação dos servidores no estado. A gerente da Escola Pública de Trânsito, Martinha Melgar Cruz, explicou que estes agentes já estarão disponíveis para exercer as funções na banca examinadora.

“Além da formação, a Escola está realizando, no período vespertino, o curso de atualização de examinadores. A formação é continuada para que os técnicos estejam aptos a avaliar os alunos de modo que sejam condutores aptos, conscientes e que conduzam com qualidade no trânsito”, frisou a gerente. 

Comentários Facebook