Palmeiras vence São Paulo com golaço de Carlos Eduardo e se garante nas quartas

O Palmeiras venceu o São Paulo neste sábado por 1 a 0, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, no estádio do Pacaembu, e se garantiu na próxima fase da competição, enquanto o escrete tricolor, que jogou para pouco mais de 19 mil são-paulinos, não depende mais apenas de si para avançar às quartas de final do estadual.

Leia também: Não conheci Coutinho, mas eles me contaram quem foi o craque


Jogadores do Palmeiras comemoram gol de Carlos Eduardo que deu vitória diante do São Paulo
Divulgação

Jogadores do Palmeiras comemoram gol de Carlos Eduardo que deu vitória diante do São Paulo

O gol da vitória palmeirense foi marcado por Carlos Eduardo, que entrou no intervalo no lugar de Borja, aos 34 minutos do segundo tempo, em lindo chute de fora da área após tabela com Dudu. Com os três pontos, o Palmeiras chegou aos 22 no Grupo B, já o São Paulo segue com 14 no Grupo D e pode perder a segunda colocação caso o Oeste (12 ponto) vença o Corinthians neste domingo.

Apesar da vitória, o escrete alviverde não apresentou um grande futebol, assim como o tricolor. O primeiro tempo foi amarrado e com apenas uma chance do lado da equipe liderada por Hernanes. Na etapa final, os comandados de Felipão criaram as melhores chances e conseguiram impor um ritmo melhor. Após a saída de Hernanes, aos 25, o São Paulo, então, pouco criou.

A vitória do Palmeiras em mais detalhes


Clássico Choque-Rei entre São Paulo e Palmeiras foi muito disputado e com poucas chances
Divulgação/SãoPauloFC

Clássico Choque-Rei entre São Paulo e Palmeiras foi muito disputado e com poucas chances

O primeiro tempo entre São Paulo e Palmeiras no Pacaembu foi muito abaixo das expectativas. Com 22 faltas e cinco cartões amarelos, a bola pouco rolou, o que dificultou para os principais articuladores são-paulinos, Hernanes e Antony, e palmeirenses, Moisés e Ricardo Goulart.

Leia também: Com Marcelo titular, Real Madrid vence Celta de Vigo na reestreia de Zidane

A principal chance foi com Hernanes, aos 19 minutos, em cobrança de falta da ponta direita que Weverton espalmou e mandou para escanteio. Aos 40, palmeirenses pediram pênalti em Goulart, mas o árbitro Thiago Duarte Peixoto apenas deixou seguir.

Mais tempo com a bola, total de 60%, o Palmeiras sofreu para chegar ao gol de Tiago Volpi. A equipe de Felipão praticamente não criou chances e finalizou apenas uma vez ao gol contra sete chutes do escrete tricolor.

Na segunda etapa, Dudu criou uma chance já ao primeiro minuto, coisa não feita durante todos os primeiros 45 minutos. Em bom chute chapado, a bola raspou a trave de Volpi. Outra boa chance foi com Goulart, que recebeu lindo passe de Scarpa, mas foi travado por Volpi. Aos 27, Carlos Eduardo ganhou pelo alto após cruzamento da direita e mandou para o meio da área, mas Goulart não conseguiu aparecer para finalizar.

Leia também: Pai de Neymar avisa Real e Barça que filho planeja sair do PSG, diz jornal

Scarpa, inclusive, deu dois chutes perigosos de fora da área aos 32 minutos, obrigando Volpi a trabalhar. Dois minutos depois, porém, o arqueiro tricolor não conseguiu evitar forte chute de Carlos Eduardo, que bateu no travessão duas vezes antes de entrar. Daí em diante, o São Paulo nada criou e o Palmeiras soube administrar para vencer seu primeiro clássico no ano.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook