Planalto contraria rumores de exoneração e inclui Santos Cruz em viagem aos EUA


 Santos Cruz
Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Site “Antagonista” afirmou que o ministro estava na mira do presidente e que ele poderia ser exonerado esta semana

O Palácio do Planalto confirmou nesta terça-feira (14) que o ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, acompanhará o presidente da República na viagem a Dallas, nos Estados Unidos. Na segunda-feira (13), o site “Antagonista” afirmou que o ministro estava na mira do presidente e que Santos Cruz poderia ser exonerado esta semana.

Segunda a publicação, Bolsonaro teria recebido informações de que o ministro se referiu ao presidente de forma desrespeitosa. Os rumores, no entanto, foram rechaçados pelo porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros.

Leia também: Onyx diz haver ‘risco zero’ de reestruturação do governo perder validade

Em nota enviada na noite de segunda-feira, o porta-voz informou “não serem verdadeiras as especulações sobre a exoneração do ministro Santos Cruz ”.

Além do ministro da Secretaria de Governo, fará parte da comitiva presidência para a viagem a Dallas os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Bento Albuquerque (Minas Energia) e Augusto Heleno (Chefe do Gabinete de Segurança Institucional).

Leia também: “São bombas nucleares que garantem a paz”, afirma Eduardo Bolsonaro

A lista oficial é completada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o governador do Acre, Gladson Cameli (PP), os deputados Hélio Lopes (PSL-RJ) e Pastor Marco Feliciano (PODE-SP), o Secretário Executivo da Casa Civil, José Vicente Santini e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook