Saiba mais sobre 6 óleos essenciais que podem te ajudar no dia a dia

Conforme mostram vários estudos e especialistas, são diversos os efeitos positivos que as plantas podem ter na saúde, e os óleos essenciais são uma das formas de aproveitar esses benefícios. Extraídos de raízes, folhas e até flores, alguns desses óleos podem auxiliar no bem-estar diário quando aplicados na pele, cabelos ou usados para aromaterapia .

Leia também: Da pele aos cabelos, conheça o poder dos óleos essenciais na beleza


Os óleos essenciais podem ser usados de diversas formas, como em massagens e inalações
shutterstock

Os óleos essenciais podem ser usados de diversas formas, como em massagens e inalações

 “Os óleos essenciais são compostos aromáticos vegetais, extraídos de plantas em sua forma integral e que, por isso, contêm altas concentrações dos princípios ativos da planta da qual foram extraídos. São esses princípios ativos que produzem o efeito medicinal. Pela composição química do óleo, é possível saber a atividade terapêutica que ele oferece e como utilizá-lo”, explica Nathânia Frutuoso, farmacêutica e fitoaromaterapeuta na Botica da Morgana e na Toca das Terapias.

Ela também afirma que os óleos essenciais podem ser usados de diversas formas, desde tratamentos complementares da medicina alopática tradicional, até a prevenção de algumas condições de saúde, mas apenas quando administrados da forma correta.

Leia também: Aprenda como usar óleos e essências para estimular a libido

“É preciso ter a consciência de que os óleos são substâncias químicas, e, mesmo sendo naturais, não estão isentos de ter efeitos indesejados, devendo ser utilizados com muita cautela. Eles também interferem em nosso estado de humor, o que ressalta a necessidade da pesquisa antes do uso. Eles têm uso externo, na maioria dos casos. Para uso interno, é indicado ter orientação profissional”, argumenta.

Nathânia ainda diz ser necessário tomar cuidados na hora de comprar o óleo essencial, fazendo a pesquisa pelo nome científico da planta e certificando-se de que ele é produzido por uma marca confiável e de que o fornecedor oferece uma cromatografia (laudo que comprova a composição química da substância) , pois, de acordo com ela, é grande o número de falsificações, em que são usadas essências e aromas sintéticos, por exemplo.

Óleos essenciais no dia a dia

A especialista em desenvolvimento de aromas da L’eponge, Nathalia Carravetta, defende o uso dos óleos para auxiliar no humor do dia a dia e recomenda o uso tópico ou por inalação. “O uso tópico é quando o óleo fica em contato diretamente com a pele, seja através de massagens, banhos ou compressas. Já a inalação é feita com um difusor de aromas para espalhar o óleo pelo ambiente”, ensina.

Para quem quer incorporar os óleos essenciais no dia a dia, listamos seis possibilidades, suas propriedades e como devem ser administradas:

Óleo de Alecrim


O óleo de alecrim é estimulante e ajuda na concentração
shutterstock

O óleo de alecrim é estimulante e ajuda na concentração

Leia também: Decoração com plantas: saiba quais fazem bem à saúde e como cultivá-las

O óleo essencial de alecrim é energizante, auxilia na concentração e na memória. “As pessoas se sentem menos sonolentas, mais renovadas e ativas”, diz Nathalia. Para usá-lo, vale pingar algumas gotinhas nos pulsos, usando a substância como se ela fosse um perfume.

Óleo de hortelã pimenta


O óleo de hortelã pimenta é refrescante e pode ser usado para combater dores de cabeça e enxaquecas
shutterstock

O óleo de hortelã pimenta é refrescante e pode ser usado para combater dores de cabeça e enxaquecas

Com ação similar à do óleo de alecrim, o óleo de hortelã pimenta, por ser refrescante, também é tônico, melhorando a atenção e aliviando enxaquecas. Para ter esses efeitos, a especialista explica que o ideal é usar algumas gotinhas para massagear as têmporas. Além disso, o óleo de hortelã pimenta também combate náuseas e pode ser usado como expectorante, tratando problemas respiratórios por meio de inalações.

Óleo de bergamota


A acidez da bergamota auxilia no combate ao estresse, cansaço, ansiedade e irritação
shutterstock

A acidez da bergamota auxilia no combate ao estresse, cansaço, ansiedade e irritação

Leia também: Depois do argan, novos óleos africanos conquistam a indústria cosmética

Cítrico, o óleo de bergamota é ideal para combater estresse e ansiedade, além do cansaço e da irritação. Ele pode ser usado em inalações ou até mesmo em massagens, mas, no último caso, é importante lembrar-se de remover completamente o óleo do corpo após o uso pois, como a bergamota é da mesma família do limão e outras frutas cítricas, ele pode queimar a pele se houver contato com o sol.

Óleo de eucalipto


O óleo de eucalipto pode ser usado numa inalação ou num escalda pés para efeito refrescante e energizante
shutterstock

O óleo de eucalipto pode ser usado numa inalação ou num escalda pés para efeito refrescante e energizante

Por ser refrescante, o óleo de eucalipto age, ao mesmo tempo, como um relaxante e um energizante, combatendo pensamentos negativos e auxiliando na disposição.  Ele também tem ação expectorante, aliviando sintomas de resfriado, dores no corpo e dor de cabeça. Recomenda-se usá-lo numa inalação ou num escalda pés: coloque água quente para morna em uma bacia e pingue algumas gotas do óleo, depois deixe os pés na água de dez a 15 minutos.

Óleo de copaíba


Com efeito anti-inflamatório, o óleo de copaíba pode ser usado em massagens contra dor muscular
shutterstock

Com efeito anti-inflamatório, o óleo de copaíba pode ser usado em massagens contra dor muscular

Com ação anti-inflamatória e relaxante, o óleo de copaíba é, segundo a especialista, ideal para combater tensão. Contribuindo também para a circulação sanguínea, ele ajuda a dar disposição, além de ser ótimo para a pele, combatendo irritações e hidratando as áreas que ficam mais secas. Na hora de usar, ele pode ser diluído com um pouco de óleo de amêndoas e aplicado em massagens.

Óleo de lavanda


Bastante versátil, o óleo de lavanda tem ação calmante e analgésica, ótimo para combater o estresse
shutterstock

Bastante versátil, o óleo de lavanda tem ação calmante e analgésica, ótimo para combater o estresse

Leia também: Aromas que trazem bem-estar: para relaxar, acordar e estimular o parceiro

Um dos óleos essenciais mais versáteis, o óleo de lavanda tem efeito ainda mais calmante do que o de bergamota, além de ter propriedades analgésicas e ser indicado até para quem quer aliviar cólicas menstruais de forma mais natural, por exemplo. Para isso, basta aplicar algumas gotinhas no ventre, mais ou menos onde fica o útero, e massagear com cuidado. Para quem tem insônia e dificuldade para pegar no sono, é recomendado passar algumas gotinhas nos pulsos ou no travesseiro antes de dormir. Outra boa forma de relaxar usando o óleo de lavanda é em um banho de banheira, misturando algumas gotas à água.

Comentários Facebook