Aceleramos os novos BMW Z4 e M850i no Autódromo de Interlagos

BMW Z4 branco arrow-options
Divulgação

BMW Z4 ao lado do cupê grande M 850i forma a dupla das principais novidades da linha M que chega ao Brasil

As vendas das marcas de luxo no Brasil cresceram meros 0,23% no primeiro semestre, de acordo com a Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos) e a disputa pela liderança do segmento está acirrada em 2019 entre  Mercedes e BMW, que lança a nova geração do roadster Z4 M40i (R$ 386.950) e o cupê grande M 850i (R$ 799.950)  como parte de uma série de lançamentos da linha M de esportivos.

LEIA MAIS: Aceleramos na pista o superesportivo Mercedes-AMG GT R de R$ 1,2 milhão

 A reportagem de iG Carros esteve no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e conta o que achou das duas principais novidades depois de ter tirado a balaclava e o capacete, com a cabeça fria e após ter baixado a taxa de adrenalina nas veias.   

BMW Z4

 Todo novo, o roadster a marca alemã passa a compartilhar vários componentes com o Toyota Supra. É o esportivo leve, compacto e bem acertado que todo entusiasta gosta de guiar. Claro que se não tivesse tanta ajuda da eletrônica seria mais divertido, mas lá fomos nós, passando dos 200 km/h nas retas e contornando as curvas no limite de aderência.

Feito apenas para o motorista e uma boa companhia, o Z4 M40i é puro deleite. Vem com motor 3.0, de seis cilindros em linha, um dos únicos que sobraram hoje em dia. É conhecido pelo funcionamento redondo, com alto rendimento. Nessa versão, chega nos 340 cv e nada desprezíveis 51 kgfm de torque, o que foi mais do que suficiente para valer a pena as três voltas na pista que tinha direito.

LEIA MAIS:  Novo Porsche 911: lendário cupê beira a perfeição na linha 2020

A boa relação entre peso e potência de apenas 4,5 kg/cv é um dos pontos que mais contribuem com a agilidade e o conjunto bem acertado do novo Z4 M40i. A tração traseira também ajuda, bem como a rigidez a estrutura e a rapidez com que funciona o câmbio automático ZF, de 8 marchas, que até parece um automatizado, de dupla embreagem, de tamanha a rapidez que faz as trocas.

interior do BMW Z4 arrow-options
Divulgação

BMW Z4 M40i tem interior sofisticado e com acabamento caprichado. Mas, para um roadster, bem que poderia ser mais simples

As leis da física também dizem que o baixo centro de gravidade contribui com a estabilidade nas curvas e o Z4 tem apenas 114 milímetros de vão livre do solo. Com isso, basta apontar o focinho do carro para a tangência da curva na velocidade certa que o roadster se mostra tão obediente quanto um Golden Retriever.

Saindo da reta oposta, depois da freada e de contornar a Curva do Lago, acelero e encho os olhos com o fôlego dos seis cilindros trabalhando. É algo que empolga. Ainda bem que existem vários recursos que ajudam a manter o carro equilibrado, com o diferencial traseiro autoblocante (que traciona mais a roda com mais aderência) e os pneus Michelin de perfil baixo (255/35R 19 na frente e 275/35R 19 atrás).

O que também causa boa impressão no novo Z4 é a posição de dirigir com ajustes elétricos para chegar à regulagem perfeita. O cluster é digital, com tela de alta resolução, mas confesso que instrumentos analógicos tradicionais me agradam mais em com esportivo de verdade como é o carro desse BMW. Isso porque fica muita informação para pouco tempo que se tem para desviar o olhar do para-brisa em velocidades mais altas.

  Tradicional mesmo, apenas a capota de tecido, que abre e fecha em apenas 10 segundos. Fica recolhida no porta-malas de 281 litros quando não está sendo usada e se mostra uma melhor solução que as coberturas metálicas que chegaram a ser usadas no passado por fatores como maior praticidade, leveza e menores custos de manutenção.

 M850i

 Chega a vez de acelerar o maior e mais caro modelo da pista, O novo BMW M850i. Não por acaso, para me acompanhar durante as voltas na pista, estava o veterano Maurizio Sala, que entre outros feitos tem um terceiro lugar nas 24 Horas de Le Mans de 1995. Sair do Z4 e entrar nesse cupê de 4,85 metros de comprimento por 1,90 m de largura é o mesmo que trocar um quitinete por um apartamento de luxo com varanda gourmet.

LEIA MAIS: Jaguar F-Type P300: gato selvagem mostra suas garras

Quanto espaço….E com direito a requintes como alavanca de câmbio trasparente, largos bancos revestidos de couro com todos os ajustes elétricos, com aquecimento e refrigeração, tapetes de veludo e sistema de som de alta-fidelidade assinado pela renomada Bowers & Wilkins apenas para citar três itens da longa lista de equipamentos.

interior do BMW M 850i Coupe arrow-options
Divulgação

BMW M850i tem interior espaçoso e requintado, o que inclui alavanca transparente entre os detalhes

O nível de sofisticação do M850i pode incluir faróis de laser, teto de fibra de carbono, sistema que faz o carro estacionar sozinho, direção nas quatro rodas, reconhecimento noturno de pedestres, serviços de concierge, entre outros. No meio dessa modormia toda o que mais interessava na hora era acelerar.

E como acelera. A BMW diz que o carro é capaz de fazer de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos, tempo para dono de supercarro algum achar defeito. Na arrancada é possível utilizar o controle de largada, recurso que faz o cupê disparar como um foguete. Não é para menos, sobra força debaixo do capô: são brutais 76,5 kgfm de torque a baixos 1.800 rpm. Na mesma saída da Curva do Lago com o Z4, o M 850i mostrou apetite para engolir o pequeno roadster.

LEIA MAIS: Michelin lança pneu para supercarros no Brasil. E nós aceleramos alguns deles

Quando chegar o ainda mais insano BMW M8 o principal rival será o Mercedes S63 Coupé AMG, que vem com motor V8 biturbo de 612 cavalos e passa de R$ 1 milhão. Um pouco abaixo desse patamar está o Audi RS5 ,de 450 cv e quase R$ 600 mil. Uma briga de gigantes da qual também pode participar o Porsche Panamera Turbo, de 550 cv e beira os R$ 900 mil. Quem vai encarar? 

Fichas técnicas

BMW Z4 M40i

Preço:  R$ 386.950

Motor: 3.0, seis cilindros em linha,  gasolina, turbo

Potência: 340 cv a 5.000 rpm

Torque: 51 kgfm entre 1.600 rpm e 4.500 rpm

Transmissão: Automático, de oito marchas, tração traseira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira)/ multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos ventilados (traseiros)

Pneus: 225/35 R19 (dianteiros) e 275/35R 19 (traseiros)

Dimensões: 4,32 m (comprimento) / 1,86 m (largura) / 1,30 m (altura), 2,47 m (entre-eixos)

Tanque : 52 litros

Porta-malas: 281 litros

 0 a 100 km/h: 4,5 s

Vel. max: 250 km/h

BMW M 850i xDrive Coupé

Preço:  R$ 799.950

Motor: 4.4, 8 cilindros em V,  gasolina, turbo

Potência: 530 cv a 5.500 rpm

Torque: 76,5 kgfm entre 1.800 rpm e 4.600 rpm

Transmissão: Automático, de oito marchas, tração integral

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira)/ multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / discos ventilados (traseiros)

Pneus: 245/35 R20 (dianteiros) e 275/30R 20 (traseiros)

Dimensões: 4,85 m (comprimento) / 1,90 m (largura) / 1,34 m (altura), 2,82 m (entre-eixos)

Tanque : 68 litros

Porta-malas: 420 litros

 0 a 100 km/h: 3,7 s

Vel. max: 250 km/h


Comentários Facebook