Aprosoja parabeniza PJC por desarticulação de quadrilha de roubo de defensivos agrícolas

Fortalecimento Institucional

Aprosoja parabeniza PJC por desarticulação de quadrilha de roubo de defensivos agrícolas

Associação solicita identificação de receptadores

13/12/2019

Presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Antonio Galvan, elogia e parabeniza o trabalho do Governo do Estado, que por meio das Polícias Judiciária Civil e Militar, tem desenvolvido importantes ações no combate às ações de criminosos em propriedades rurais.

Conforme Galvan, a operação “Fim da Linha” liderada pela PJC, que desarticulou a principal organização criminosa que atua em roubos de defensivos agrícolas no Estado, trouxe conforto aos produtores rurais.  “Temos que reconhecer o belo trabalho, principalmente de inteligência, das nossas polícias no combate a esse crime organizado. São ações extremamente importante para produção rural mato-grossense, que sofrem com a visita indesejada de quadrilhas com grande número de integrantes, com forte armamento e truculência”, pontuou.

Porém, o presidente da Aprosoja-MT acredita que é preciso localizar e punir os receptadores dos produtos roubados dos produtores rurais. “Se tem roubo é porque tem quem compre esses produtos. Nós acreditamos no trabalho da polícia e nos colocamos à disposição para contribuir na desarticulação da outra vertente dessa quadrilha, que são os receptadores. Produtores de soja e milho acreditam veementemente no trabalho da nossa polícia e queremos contribuir no que for possível”, afirmou Galvan.

Operação Fim da Linha – A Polícia Judiciária Civil, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrou na última quinta-feira (12.12), a operação “Fim da Linha”, com 16 ordens judiciais contra a principal organização criminosa especializada em roubos de defensivos agrícolas no Estado.

Os mandados foram cumpridos em 06 municípios de Mato Grosso: Cuiabá, Primavera do Leste, Poxoréu, Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde. Cerca de seis pessoas alvos de mandados de prisão foram presas.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook