Assaltante de alta periculosidade é preso em ação da Polícia Civil na Capital

Uma ação integrada desenvolvida pela Polícia Judiciária Civil com apoio da Polícia Militar, prendeu nesta sexta-feira (09) um homem com várias passagens criminais, e mandado de prisão em aberto na cidade de Várzea Grande. Durante a abordagem policial, que aconteceu no bairro Jardim Imperial na Capital, o suspeito empreendeu fuga pela mata e chegou a ameaçar atirar contra os policiais .

A ação foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva) na manhã desta sexta-feira, com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e Gerência de Operações Especiais (GOE), Derf Cuiabá, além de apoio da aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Considerado de alta periculosidade, Rodrigo Claudio de Souza, 23, tem passagens criminais por roubo, furto, tráfico e homicídio qualificado ? ocorrência em que consta mandado de prisão em aberto junto à 1ª Vara Criminal de Várzea Grande, desde final de 2015.

A investigação é conduzida pela Derrfva, com flagrante assinado pelo delegado de polícia adjunto Adriano Henrique Sanches Santos. A ação mobilizou todo o efetivo da unidade policial no intensivo combate à criminalidade na Capital. “Trata-se de uma prisão bastante relevante. Rodrigo é um assaltante contumaz, reitera os assaltos de maneira substancial. Entre as diversas informações que são apuradas pela Polícia Civil, existe a suspeita recente do investigado ser o autor do roubo contra um rapaz que comercializava ouro”, explica o delegado adjunto Marcelo Martins Torhacs.

Ao perceber a iminente abordagem policial, Rodrigo empreendeu fuga com uma arma de fogo em punho (glock calibre 380), entrando em um matagal. Com reforço policial de outras unidades da Polícia Civil, e Polícia Militar, foi possível fechar o cerco contra o suspeito e fazer sua prisão, bem como na apreensão da pistola que estava em sua posse ? com 15 munições íntegras.

Também foram apreendidos dois veículos – um Golf e uma motocicleta – que são suspeitos de serem proventos obtidos com o dinheiro de roubos praticados pelo investigado.

Foragido da Justiça, para se manter em liberdade, Rodrigo confeccionou falsamente dois documentos ? uma carteira de identidade e uma Carteira Nacional de Habilitação CNH. O suspeito vai responder pelos flagrantes de uso de documento público falso, além de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e resistência.

O suspeito será encaminhado à unidade prisional (Penitenciária Central do Estado), em cumprimento à mandado de prisão preventiva por homicídio expedido em Várzea Grande.

Comentários Facebook