Atenção! Estamos em “guerra”

Por Célia Gadotti

Rae, ase, cand, candex, odin, je connect, gedai, infodip, sicel, sadpweb, sico….. não, não estou falando em códigos, o que a princípio pode parecer.

Para os que estão familiarizados, isso tudo não passa de feijão com arroz, quando muito, às vezes picante.

No entanto, para aqueles que estão chegando… (pausa para respirar) é necessário fôlego e um bom pré-treino, diga-se “disposição”. Conselho? Vale a pena ler os manuais! Não basta ler, tem que ler, interpretar e saber executar. Na maioria das vezes vai-se direto para execução. Como se diz “a eleição tem que acontecer”.

O bom mesmo é que quando você começa a se acostumar e fazer gol com facilidade, vem uma alteração e muda tudo, novos termos, novas regras, novo “modus operandi”, ou seja…. novas emoções!

Até aí tudo bem.

À medida em que os dias vão passando, novos rostos vão surgindo, os passos se apressam pelos corredores, a fala cada vez mais codificada e os olhos quase não conseguem se fechar para o descanso noturno.

Para dar mais movimento, pardais chegam em bando, para fazer a festa. Parecem atraídos pelo milharal. Alguns sobrevivem, outros morrem de inanição. Afinal, nem todos gostam de comer milho.

O tempo urge e ainda tem mesário pedindo para ser substituído, candidato enfurecido com registro indeferido, local de votação interditado, os cartazes não chegaram e o Tribunal Superior Eleitoral lança outra resolução…

Ah não! Respira fundo e prossegue. Caminha junto com a multidão, simplesmente não pare.

O tão aguardado e homenageado dia chegou (na verdade a ânsia é pela segunda-feira!): mesário não compareceu, urna sem chave, zerésima travou, banheiro sem papel, carro enguiçou, motorista adoeceu, um bêbado na fila, acabou a energia, a foto do candidato não apareceu (segundo o eleitor!), um “flash”na urna (que susto!), mas tudo resolvido, a eleição aconteceu.

Todos, guerreiros, valentes, voluntários ou não, guardam as espadas e voltam para suas casas, com a sensação de que venceram a “guerra”. Outra? Sim, daqui dois anos!

Comentários Facebook