Bolsonaro garante que continua no PSL: “Briga de marido e mulher, acontece”

source
Bolsonaro falando ao microfone arrow-options
Alan Santos/PR – 6.9.19

Bolsonaro já passou por oito partidos em 20 anos de carreira política

O presidente Jair Bolsonaro garantiu que fica no PSL e comparou a crise pela qual o partido passa a um desentimento na família. “Não tem crise. Briga de marido e mulher, de vez em quando acontece”, disse nesta quarta-feira (9) em uma saída rápida pela parte lateral do Palácio do Planalto .

Nesta terça (8), Bolsonaro  pediu para um apoiador “esquecer” o PSL , partido ao qual é filiado desed o ano passado. Bolsonaro ainda disse que o presidente da legenda, Luciano Bivar  (PE), está “queimado para caramba”. O diálogo ocorreu com um homem que se apresentou como pré-candidato pelo PSL no Recife.

A fala de Bolsonaro foi captada em um vídeo do canal do Youtube “Cafezinho com Pimenta”, que tem transmitido diariamente a interação de Bolsonaro com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. A equipe de Bolsonaro também costuma gravar a fala, mas nem sempre divulga o vídeo.

Leia também: Bolsonaro diz a apoiador que PSL está queimado e gera incômodo com Bivar

Bolsonaro tem cogitado deixar o PSL. De acordo com o o colunista Lauro Jardim , o presidente disse recentemente que terá uma última conversa com Bivar antes de decidir se irá realmente sair da legenda.

Na segunda-feira, contudo, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, afirmou que Bolsonaro não pretende mudar de partido:

“Não há da parte do presidente, agora, nenhuma formulação com relação a uma suposta transição do partido.”

Leia também: PSL envia proposta que pode fazer Bolsonaro indicar dois ministros para o STF

O partido é alvo de uma investigação da Polícia Federal sobre candidaturas laranjas em Minas Gerais . O Ministério Público Eleitoral apresentou na última sexta-feira à Justiça denúncia contra o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), e mais 10 pessoas, por crimes relacionados à apresentação de candidaturas de fachada do PSL nas eleições de 2018.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook