Bolsonaro lamenta tentativa de ligar seu nome com caso Marielle: “fico chateado”

source
Bolsonaro arrow-options
Alan Santos/PR

“O que teria a ver com a morte desta senhora?”, questionou Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manhã desta sexta-feira (15), ao chegar ao Forte dos Andradas, em Guarujá, litoral de São Paulo, que ficou “chateado” ao ler notícias divulgadas hoje sobre um possívelmandado de busca e apreensão na casa de seu filho Carlos Bolsonaro relacionadasao asssassinato da vereadora Marielle Franco. Durante conversa com jornalistas na porta do forte, opresidente ainda se classificou como um “alvo compensador”.

Leia também: Weintraub diz que Proclamação da República foi “primeiro golpe de estado”

“A vida toca. Vi uma matéria agora de que oPT quer fazer uma busca e apreensão na casa de um filho meu no Rio de Janeiro.O pessoal vê sobre busca e apreensão e pensa que está metido com que coisaerrada. Eles querem é saber se eu tenho ligação com Caso Marielle. Nãoconseguiram nada comigo, vão pra cima de um filho meu. É muita marola, masdeixa a gente chateado, não há dúvidas”, disse Bolsonaro .

Ainda enquanto se preparava para entrar no hotel em que ficará hospedado durante o feriado da Proclamação da República , Bolsonaro questionou o “que teria a ver com a morte desta senhora”.

“Tem 150 pessoas morando no meu condomínio , agora se roubam uma galinha vão me acusar de ter feito uma galinhada”, provocou.

Na entrada, o presidente foi recebido por aproximadamente 30 pessoas que o aguardavam para tirar fotos. Houve empurra-empurra e gritaria de alguns que queriam se aproximar. Bolsonaro ainda disse que irá, neste sábado, àVila Belmiro para assistir à partida entre Santos e São Paulo, que ocorre no final da tarde.

“O pessoal sabe que eu torço para o Palmeiras,mas como amante de futebol estou indo lá para assistir a um espetáculo, tenho certeza. A torcida do Santos vai me tratar com respeito como eu sempre tratei o Brasil”, apontou o presidente.

Na sexta-feira, internautas protestaram nasredes sociais contra a ida do presidente à Vila Belmiro para assistir àpartida. Torcidas organizadas do Santos também se pronunciaram contra a ida dopresidente.

Passeio de moto

Essa não é a primeira vez que Bolsonaro se hospeda no hotel do forte. Na Páscoa deste ano, ele esteve no local eaproveitou o descanso para dar uma volta de moto pela cidade. Na entrada, parouo veículo, tirou o capacete e foi cercado por aproximadamente dez pessoas quetentavam agarra-lo e tirar foto ao seu lado.

Leia também: Vídeo mostra momento em que PM morre ao reagir a assalto em ônibus; assista

O Hotel de Trânsito da sede da 1ª Brigada deArtilharia Antiaérea tem uma praia privada, protegida por uma área militar e deacesso apenas pela frente do forte. O hotel ficou bastante conhecido por hospedar várias vezes o ex-presidente Lula e a primeira-dama Dona Marisa Letícia por mais de cinco vezes. Em dias normais, o Forte dos Andradas é aberto para visitação pública.

Comentários Facebook