Brasil participa da SIAL Middle East 2019 nos Emirados Árabes

Começou nesta segunda-feira (9) em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a feira SIAL Middle East 2019, que vai até o dia 11 de dezembro. O Brasil participa, pelo terceiro ano consecutivo, com um pavilhão e ações paralelas, frutos da parceria entre Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério das Relações Exteriores (MRE) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O estande ocupa uma área de 108 m² e dá apoio a 15 empresas dos mais variados segmentos do setor de alimentos e bebidas. As empresas brasileiras contam com uma estrutura completa, com mobiliário adequado para promoção de seus produtos, assistente de cozinha para preparação de alimentos para degustação, garçom, recepcionistas bilíngues e catálogo institucional.

Neste ano, o Pavilhão do Brasil apresenta duas novidades. Para promoção e degustação dos produtos brasileiros, na cozinha show estão sendo preparados pratos com ingredientes provenientes dos expositores. Além disso, em coordenação com o Escritório de Negócios da Apex-Brasil em Dubai, os expositores participaram de seminário sobre o mercado local e as potencialidades na região, peculiaridades e formas de acesso.

 

 Pavilhão do Brasil na SIAL Middle East 2019. Divulgação/Mapa

No dia 12, após o término da feira, duas visitas técnicas incluirão oportunidades para o setor de cafés, que está presente no estande com cinco empresas, e visitas a redes de supermercado e distribuição.

Na edição do ano passado, a feira reuniu mais de 20 mil visitantes, mil expositores e 42 países. O evento conta com ampla oferta de produtos alimentícios como carnes, café, frutas, lanches, produtos congelados, pastas, condimentos, pães, doces, chocolates, queijos e etc. Ressalte-se que o evento é importante ponto de encontro para compradores de todo o Oriente Médio.

O perfil dos participantes da feira inclui produtores, importadores, exportadores, atacadistas e varejistas, bem como empresas do setor de processamento. A feira também tem eventos culinários e seminários, além de organizar um programa para compradores convidados e agenda de reuniões com importadores selecionados.

Informações à imprensa:
[email protected]

Comentários Facebook