Caravana da Transformação contará com 90 voluntários nos "Dias D"

Para dar conta do atendimento das mais de mil pessoas que passam pela Vila Olímpica durante a Caravana da Transformação, o Governo de Mato Grosso conta com uma equipe de voluntários. A satisfação em atender bem é o combustível para as 90 pessoas que atuam na ação governamental.

Antes das 4h da marugada, eles já começam a chegar. O Sol ainda nem raiou e 45 voluntários já estão organizando a fila, auxiliando no cadastro inicial, cuidando do lanche que será servido, da água e dos banheiros da Vila Olímpica de Peixoto de Azevedo, que recebe a segunda edição da caravana.

Uma das que antes das 5h já estava organizando a fila, é a senhora Ana Isolina. Ela ressalta que o trabalho é gratificante. “O bacana é que as pessoas são bem curiosas e querem saber de tudo. Eles chegam aqui e já vamos organizando por ordem de chegada, eles ficam com documento nas mãos junto com o cartão do SUS. As 800 senhas acabam rapidinho”, disse sobre seu trabalho.

Quando o paciente entra na Vila Olímpica para fazer atendimento médico, os voluntários servem um lanche, uma vez que a grande maioria são idosos e saíram de casa sem fazer refeição.

Uma das voluntárias neste trabalho é a Helivania Cardoso Dantas, moradora de Matupá. Ela conta que a equipe tem recebido só elogios dos pacientes. “A estrutura está perfeita, a equipe da caravana está sintonizada e isso reflete no bom atendimento ao público. Eu ficava chateada da nossa região nunca receber um grande evento, sempre que se pensa no norte do estado a preferência é por Sinop. Receber a Caravana da Transformação está sendo esplendoroso”, avaliou.

Toda a parte de voluntários foi mobilizado pelo Núcleo de Ações Voluntárias (NAV) e pela Secretaria de Cidades, através da Secretaria Adjunta de Defesa Civil.

O secretário-adjunto de Defesa Civil, tenente-coronel BM Abadio José da Cunha Júnior, comemorou a boa adesão de voluntários na caravana. A equipe da Defesa Civil fez um curso de preparação dos voluntários com aulas sobre atendimento e primeiros socorros. “Os voluntários representam o envolvimento da sociedade”, disse.

Quem comparecer à Vila Olímpica de Peixoto da Azevedo poderá contar com serviços de cidadania e com atendimento de saúde, com médicos oftalmologistas.

Comentários Facebook