Casamento Social terá site para disponibilizar fotografia dos noivos

Junior Silgueiro/GcomMT

As lembranças da celebração do matrimônio de 430 casais durante o Casamento Social, realizado no último domingo (20.11), foram eternizadas pela equipe de fotógrafos que trabalhou durante a iniciativa. E para que os noivos não percam nenhum destes cliques, um site foi criado especialmente para a disponibilização gratuita das fotos.

O link para o acesso é: www.flickr.com/photos/casamentosocial. Para fazer o download das fotos, o usuário deve criar uma conta no site Yahoo, fazer o login, clicar na foto escolhida, selecionar a opção “Baixar esta foto” que encontra-se no canto inferior direito e escolher o tamanho da foto. Recomenda-se que o tamanho selecionado seja o original. Até o final da semana, todas as fotos tiradas serão disponibilizadas no endereço online.

Para o registro fotográfico dos noivos durante o evento, uma equipe de oito fotógrafos foi montada, entre eles quatro voluntários. Ao chegar no Ginásio Aecim Tocantins, local de realização da cerimônia, os noivos recebiam uma senha e eram direcionados para quatro painéis de fotografia, com uma decoração cuidadosamente pensada para a ocasião.

Entre os voluntários que participaram do grande momento, a fotógrafa Ana Flávia Boel agradeceu ao Governo do Estado pela oportunidade, que classificou como satisfatória. “Sempre digo que na minha profissão ?construo? lembranças para o futuro e me envolvo com a estória dos casais. Essas fotos hoje possuem determinado valor. Mas daqui a 20 ou 30 anos o valor delas será inestimável”, pontuou a profissional.

Além de Ana Flávia, também contribuíram os fotógrafos Gilberto Galdino, da Duo Photos, Tiago Ribeiro Machado e Luiz Antonio Solino Carvalho.

Casamento Social

A iniciativa é uma realização da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), do Núcleo de Ações Voluntárias (NAV) e do projeto Justiça Comunitária, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). Também recebeu o apoio do Ministério Público do Estado (MPE), da Defensoria Pública e dos cartórios Xavier de Matos e 3º Serviço Notarial e Registral das Pessoas Naturais de Cuiabá.

Comentários Facebook