Cidade na Bahia retira obrigatoriedade sobre uso de máscara


source
Prefeitura de Brumado retirou obrigatoriedade no uso de máscara
Ricardo Wolffenbuttel/ Governo de SC

Prefeitura de Brumado retirou obrigatoriedade no uso de máscara


Cidadãos na cidade de Brumado, no interior da Bahia, agora não serão mais obrigados a usar máscara facial. A obrigatoriedade no uso do equipamento de proteção individual contra a Covid-19 foi suspensa pela prefeitura nesta terça-feira (19).

As exceções, conforme indica o decreto publicado no Diário Oficial do Município, são o uso nas instituições de ensino das redes pública e privada; pessoas com sintomas gripais; e pessoas que estejam infectadas pelo coronavírus.

A medida é assinada pelo prefeito Eduardo Lima Vasconcelos e pelo secretário municipal de saúde, Cláudio Soares Feres. Os dois argumentam que os boletins epidemiológicos da cidade indicam “constante diminuição do número de casos ativos da doença” e que não houve nenhum registro de internamento em decorrência da Covid-19 desde o último dia 3 de setembro.

Além disso, de acordo com a gestão, das 58.777 pessoas com idade a partir dos 12 anos e, portanto, elegíveis para a vacinação, 88,61% já tomaram a primeira dose e 58,79% completaram o esquema vacinal. Números divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado nesta terça (19) indicam que Brumado registrou, desde o início da pandemia, 9.754 casos de coronavírus, sendo apenas nove deles atualmente ativos.

Leia Também

Flexibilização em debate

A suspensão da obrigatoriedade do uso de máscara é uma discussão a nível nacional, já que o Ministério da Saúde estuda a possibilidade de flexibilizar a regra . Cidades como São Paulo e  Rio de Janeiro já admitiram o interesse em desobrigar o uso neste mês de outubro. Outros municípios, como Salvador, na capital baiana, pretendem manter a obrigatoriedade.


De acordo com a Confederação Nacional de Municípios (CNM), esse é o posicionamento da maioria. Uma pesquisa realizada pela entidade, em setembro, mostrou que  62,3% dos prefeitos defendem a manutenção do uso obrigatório enquanto a vacinação avança no país. De modo geral, o Brasil tem 48,92% de sua população com o esquema vacinal completo, segundo números do consórcio de veículos de imprensa.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook