Comissão de Saúde aprova projetos nesta quarta-feira


.

Durante reunião ordinária da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social (CSPAS) da Câmara Municipal de Cuiabá, realizada na tarde desta quarta-feira (05), foram apreciados dois projetos de autoria dos parlamentares.

A reunião foi conduzida pelo presidente da comissão, vereador Dr. Ricardo Saad (PSDB) e pelos vereadores Toninho de Souza (PSDB) e Justino Malheiros (PV).

Constou na pauta, o projeto de lei de autoria do Vereador Misael Galvão (PTB) que dispõe sobre a obrigatoriedade para uso de instrumentos termográficos em órgãos públicos e privados no município de Cuiabá.

Segundo Misael, essa medida evitará a propagação do novo coronavirus, além de caracterizar-se como uma medida cautelosa, em longo prazo, no combate e prevenção de qualquer doença infectocontagiosa de alta transmissibilidade entre a população.

Também foi apreciado o projeto de lei que dispõe sobre a obrigatoriedade dos hospitais e maternidades públicas e privadas no município de Cuiabá, realizar treinamento para socorro em caso de engasgamento e prevenção de morte súbita, destinados aos pais ou responsáveis por recém-nascidos.

De acordo com o vereador Ricardo Saad (PSDB), autor do projeto, a morte súbita infantil é um dos maiores motivos de morte entre os bebês de até um ano de idade. Além disso, muitos recém nascidos sofrem engasgamento e início de sufocamento em suas residências, sendo salvos muitas vezes através de orientações prestadas por telefone pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Por essa razão, o parlamentar defende essa obrigatoriedade como primordial para salvar vidas.

Na ocasião, os pareceres favoráveis foram relatados pelo vereador Toninho de Souza. A partir de agora, os projetos seguirão para apreciação e votação dos parlamentares nas próximas sessões plenárias do legislativo municipal.

Jean Estevan / Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook