Comitê esclarece recentes óbitos por Covid-19 em Várzea Grande


.

28/05/2020    1

O Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid –  19) e a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande, lamentam informar o oitavo  e nono óbitos ocorridos no Município de Várzea.

O oitavo óbito referente a morador de Várzea Grande, ocorrido na, terça-feira, 26 de maio, no início da madrugada, mas só confirmada no dia 27 em virtude de avaliação clínica e teste rápido para  Covid -19.

O paciente Maurício Apolônio da Silva, 42 residente na Vila Arthur, era técnico em telecomunicações e tinha doença cardiovascular crônica e estava internado na Amecor em Cuiabá.

Já o nono (9º) óbito se trata da paciente Gabrielle Aparecida Araujo Bastos , 17, que estava internada desde o dia 17 de maio na UTI do Hospital Sotrauma em Cuiabá e era residente em Várzea Grande, mais precisamente na Cohab Canellas.

Segundo relato, Maurício Aparecido Apolônio , começou a ter sintomas nos últimos 08 dias, como dores nas costas e febre durante dois dias, além da perda de apetite e paladar. No último fim de semana apresentou quadro de melhora, mas no domingo apresentou mal-estar pelo corpo. De segunda para terça-feira iniciou quadro com falta de ar quando procuraram o Hospital Amecor e veio a óbito no início da madrugada de ontem, (terça-feira, 26 de maio).

Já a paciente Gabrielle Aparecida Araújo Bastos de 17 anos, era obesa e apresentava quadro de rinite alérgica.

A paciente apresentou sintomas de febre, tosse, desconforto respiratório, dispneia, ausência de olfato e paladar sendo atendida no Hospital Santa Rita onde foi constatada infecção pulmonar que levou a mesma a ser transferida para a UTI do Hospital Sotrauma.

O Comitê de Enfrentamento e a Secretaria Municipal de Saúde, ambos de Várzea Grande, voltam a reafirmar a necessidade do isolamento social para aqueles que podem realizar trabalhos em casa Home Office e medidas de segurança como distância de 1,5 metros entre as pessoas, uso de máscara constantemente e de luvas quando necessários, além de meios de higienização rigorosos como forma de debelar o COVID 19.

Lembram ainda a necessidade do alerta para qualquer sintoma e a busca de tratamento urgente.

Reforça o empenho da Administração Municipal para o atendimento daqueles que necessitam do Sistema Único de Saúde – SUS, que é gratuito, e a vigilância constante na propagação da pandemia. A Vigilância Epidemiológica irá promover o acompanhamento dos parentes próximos da vítima.

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Comentários Facebook