Conheça a nova Ducati Multistrada 950S


source
Ducati Multistrada 950S
Divulgação

Ducati Multistrada 950S

Há exatos três anos chegava ao Brasil a versão mais comportada da Ducati Multistrada, a 950, produzida em Manaus, AM (veja aqui). Comportada mas não tanto, pois continuava sendo uma italiana de sangue quente. Só que, com uma cilindrada pouco menor que a das irmãs 1200 e bem mais leve e ágil, essa motocicleta me conquistou. Era, também mais barata do que as Multistrada maiores.

A Ducati Multistrada 950 agora dá lugar à Ducati Multistrada 950S , que chega com a mesma mecânica da antecessora mas com muito mais equipamentos eletrônicos. Visualmente, chega a ser difícil distiguir as duas versões, mas as rodas raiadas de série não deixam dúvida de que se trata da Ducati Multistrada 950S 2021.

A apresentação da nova Ducati Multistrada 950S foi feita em uma live na internet, mas desta vez eu pude ir até lá para conhecer a motocicleta de perto. Em breve estarei pilotando uma pelas ruas e, preferencialmente, por estradas.

Além das rodas raiadas, que têm construção de forma a permitir o uso de pneus sem câmara, a nova Multistrada 950S ganhou uma série de itens eletrônicos de conveniência e segurança, como o cruise control (erroneamente conhecido por piloto automático), quick shift DQS (permite troca de marchas ascendentes e descendentes sem usar a embreagem), e suspensões semiativas totalmente eletrônicas DSS (compressão e retorno são continuamente ajustados durante a pilotagem).

O novo sistema eletrônico de medição inercial de seis eixos IMU controla diversos sistemas na motocicleta, desde o Cornering ABS dos freios, que podem ser acionados em curvas, com a motocicleta inclinada, até o desligamento dos piscas, pois o sistema entende que a conversão terminou quando a motocicleta volta à vertical.

Faz parte do sistema de iluminação totalmente de leds da 950S o DCL, Ducati Cornering Lights, que direciona as luzes externas do conjunto ótico para dentro da curva, sistema também controlado pelo IMU.

Compondo um pacote de itens bastante interessantes, a Ducati Multistrada 950S tem ainda o novo painel de instrumentos de TFT, controles dos punhos do guidão retroiluminados e o VHC, que auxilia paradas e arrancadas em aclives, mantendo os freios acionados por até 9 segundos.

Foram mantidos os sistemas já conhecidos na Multistrada anterior, como o Hands Free, que dispensa a chave para acionamento da ignição, o controle de tração ajusteavel em oito niveis, os quatro modos de pilotagem (Touring, Sport, Urban e Enduro). O motor bicilíndrico Testastretta desmodrômico de 937 cm3 mantém a potência de 113 cv (75 no modo Urban) e o torque de 9,6 kgfm.

Depois de desembolsar R$ 94.990, coça as mãos a ideia de gastar mais um pouco para equipar a Ducati Multistrada 950S com um ou mais acessórios disponíveis, todos muitíssimo atraentes. O conjunto de malas, duas laterais e o top case, pode ser o de alumínio, grande porém ideal para longas viagens, ou o de plástico, pequeno mas belo e bem mais prático.

Há também o para-brisa escurecido e mais alto, o escapamento Termignoni, o protetor da bomba d’água, setas de led, barras de proteção do motor, proteção do carter, proteção do radiador, manoplas aquecidas, cavalete central, bocal de abastecimento rápido e bolsas sobre o tanque, que são fixadas diretamente no bocal original de abastecimento. É claro que cada um desses itens é compatível com determinadas utilizações prioritárias da motocicleta.

Acompanhei a live pela internet e depois fui até o local conhecer a motocicleta. Agora só falta pilotar a nova Ducati Multistrada 950S, o que deverá acontecer muito em breve. Aguardem ansiosos, como eu.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook