Conheça as 5 motos novas mais divertidas entre R$ 40 mil e R$ 50 mil

source

Nenhum outro meio de transporte consegue aflorar a adrenalina tanto quanto as motos. O simples fato de se estar sobre duas rodas e exposto ao vento faz com que nós, motociclistas, tenhamos a necessidade de nos integrar ao máximo com as máquinas, pois caso o contrário, o asfalto correndo rápido logo abaixo será sempre o pior inimigo. Se essa “fusão” é tão essencial para a vida, por que não fazê-la da maneira mais legal, com as motos mais divertidas do mercado?

LEIA MAIS: Conheça detalhes de 5 motos esportivas seminovas de até R$15 mil

Ao longo das listas boladas pela redação, observamos que, entre elas, os leitores dão preferência às que contém as motos mais divertidas . E as encontramos tanto no universo das bigtrail , quanto das nakeds esportivas ( streetfighters ), carenadas e as custom. Desse modo, selecionamos as cinco melhores na casa dos R$ 40 mil, sem repetir marcas e nem as suas propostas, para fazer você desistir de vez do carro popular.

5 — Triumph Street Scrambler 900: R$ 43.850

Triumph arrow-options
Divulgação

Triumph Street Scrambler 900 é uma das mais escolhas descoladas e versáteis na lista das motos mais divertidas

Eis uma das opções mais renomadas quando o assunto é unir a proposta custom com atributos off-road das trail. Promete uma posição de pilotagem envolvente, devido ao guidão mais alto e aberto, pneus de uso misto, pedaleiras mais altas e rodas raiadas. Entretanto, é sempre lembrada pelos dois escapamentos altos saindo pela lateral direita, em um visual típico das primeiras fora de estrada dos anos 60.

LEIA MAIS: Triumph Street Scrambler, para enfrentar trilhas urbanas

Somado a tudo isso, um ronco encorpado típico das bicilíndricas, que no caso da Triumph , traz o motor de 900 cc com 55 cv e câmbio de cinco marchas. Entre outros recursos, estão o acelerador é eletrônico e os freios ABS, aliados ao controle de tração. Outro destaque é que ela vem montada sem a pedaleira para o garupa e com um bagageiro de alumínio.

4 — Yamaha MT-09: R$ 43.990

Yamaha MT-09 arrow-options
Divulgação

Agilidade, adrenalina e muito toque. Tudo o que nós gostamos, mais a discrição das carenadas

Da lista, é a que entrega mais agilidade. Partilha uma série de equipamentos com as carenadas, que além do motor e câmbio, traz controle de tração e o quick-shift , que dispensa o uso da embreagem nas trocas de marchas quando ela já estiver em movimento, além de segurar a pancada das reduções para não travar a roda traseira. Seus três cilindros com 847 cc totais despejam um total de 115 cv e 8,92 kgfm, e em conjunto com o câmbio de seis velocidades, é capaz de acelerar até 100 km/h em impressionantes 3,2 segundos e superar os 240 km/h.

LEIA MAIS: Yamaha MT-09: duas versões para quem gosta de adrenalina

Entre outros equipamentos, a Yamaha traz luzes de funcionamento do sistema de trocas de marchas e do controle de tração, além do mostrador que indica em qual modo de utilização está selecionado o controle de tração. O ABS é item de série, atuando nos discos dianteiro e traseiro (298 e 245 mm, respectivamente).

3 — Harley-Davidson Iron 1200: R$ 46.900

Harley-Davidson arrow-options
Guilherme Marazzi

Uma custom leve e ágil, que traz a personalidade marcante de qualquer H-D

Diferentemente da Triumph do 5º tópico, a Harley-Davidson Iron é a união entre custom e esportiva. Ou seja, é tão favorável para guiar nas estradas — em velocidades cruzeiro e mais altas — quanto na cidade, que exige arrancadas mais fortes e doses de agilidade. Pelo fato da fabricante não divulgar dados oficiais, estima-se que tenha uma potência na casa dos 60 cv e 9,5 kgfm, capaz de passar dos 200 km/h com o seu câmbio de 5 marchas.

LEIA MAIS: Harley-Davidson Iron 1200 tem o essencial

O painel de instrumentos tem apenas o necessário, um belo velocímetro de ponteiro, com um pequeno display de cristal líquido e algumas luzinhas na base. O banco é individual, só que maior e mais confortável do que o das outras Sportster. E a pequena carenagem de farol, pintada de preto, complementa o estilo. Enquanto isso, os freios de dois pistões na frente e atrás estão acompanhados de ABS.

2 — BMW F 850 GS Adventure: R$ 46.950

BMW GS arrow-options
Divulgação

A BMW é querida entre os que gostam de desbravar terrenos inacessíveis e percorrer longas distâncias

Por quase o mesmo preço da Harley, é possível escolher a moto mais valente da lista. Para entregar robustez e dinâmica mesmo em situações fora-de-estrada, conta com bengala invertida e duplos amortecedores na dianteira, um central na traseira, freios Brembo a disco duplos na dianteira e individual na traseira. Já para aprimorar o volume para os objetos, pode ser montada com até três baús no espaço do bagageiro, além de incorporar proteções nas laterais do motor, na carenagem e no tanque de combustível.

LEIA MAIS: Motos para viajar: Veja seleção de 5 estradeiras entre R$ 20 mil e R$ 40 mil

Outro ponto é que a fabricante alemã adotou um tanque de combustível com 23 litros na atualização de 2019, o que atende aos que gostam de fazer longas viagens. A moto traz cinco modos de pilotagem que utilizam os freios ABS e o controle de tração para garantir maior segurança. Além disso, é equipada com controle de tração dinâmico, suspensão eletrônica e painel TFT de 6,5 polegadas. Seus dois cilindros são capazes de gerar 80 cv e 9,1 kgfm.

1 — Kawasaki Ninja ZX-6R: R$ 49.990

Kawasaki arrow-options
Divulgação

Uma das favoritas para a categoria quando o assunto é tempo baixo em circuitos de corrida

Eis a moto mais cara da lista. Trata-se da opção mais esportiva, com ergonomia pensada para um uso otimizado nas pistas de corrida. O banco dessa Kawasaki é estreito, os manetes de freio e embreagem são reguláveis em até 5 posições, traz pedaleiras firmes e acabamento do protetor do escapamento e rabeta. Apesar disso, seu motor de 636 cc desenvolve 130 cv, capaz de rasgar o asfalto com acelerações até 100 em 3,6 segundos e alcançar os 260 km/h, caso o modo de condução escolhido seja o terceiro (mais agressivo).

LEIA MAIS: Kawasaki Ninja ZX-6R 2019: projetada para o máximo de desempenho

O câmbio de seis marchas tem engrenagens do tipo cartucho, que podem ser facilmente retiradas e substituídas sem precisar desmontar o motor. Isso é favorável em autódromos, quando é necessário experimentar várias relações de marchas. O sistema quick shifter , por sua vez, permite trocas de marchas ascendentes sem precisar usar a embreagem e sem soltar a aceleração. Além disso, a mais cara entre as motos mais divertidas traz indicador de nível de combustível e autonomia, indicador de marcha e de pilotagem econômica.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook