Crea-MT presente no II Seminário Nacional de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental no ES

A presidente Associação Mato-grossense de Engenheiros de Segurança do Trabalho (Amaest), conselheira do Regional Mato-Grossense, Suzan Lannes participou de 17 a 19 de outubro no auditório Manoel Vereza de Oliveira (CCJE), na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória, da segunda edição do “Seminário Nacional de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental”.

“ Com o tema Central Inovação Tecnologia e de gestão para enfrentar os desafios do Milênio. Durante o evento foi apresentado um histórico preocupante em relação à gestão do uso dos recursos hídricos e à promoção de saneamento ambiental para a população”, disse a conselheira do Crea-MT.

Ainda segundo Suzan, de acordo com a décima edição do relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil, informe 2018, divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA), a demanda pelo uso da água no Brasil é crescente, com um aumento estimado de 80% no total retirado nos últimos vinte anos. O relatório reitera ainda que, apesar do Brasil ser um dos países com maior disponibilidade de água doce do mundo, os recursos hídricos estão distribuídos de forma desigual no território, espacial e temporalmente.

“ Diante desse cenário, percebe-se a necessidade de planos para melhoramento e expansão do saneamento ambiental, além de ações de gestão e regulação realizadas para minimizar os impactos das crises hídricas no país. Além disso, o evento coloca em discussão a relevância de uma gestão mais centralizada dos recursos hídricos, destacando solucionar problemas e esclarecendo propostas para o desenvolvimento do setor, e, simultaneamente, valorizando profissionais que capacitam e lutam para auxiliar na manutenção e formulação de políticas públicas nesse segmento”, disparou a presidente da Amaest.

A presidente do Crea Espirito Santo, engenheira civil Lúcia Vilarinho classificou a inovação como elemento fundamental na busca de soluções sustentáveis para o setor.

“Nós da Engenharia, da Agronomia e das Geociências temos condições de exercer esse protagonismo no sentido de criar soluções inovadoras e lidarmos com boas práticas de saneamento ambiental e na gestão dos nossos recursos hídricos. Esta pode ser uma grande contribuição do Sistema Confea/Crea e Mútua”, destacou a presidente.

O evento é uma realização da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), com apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES). Além disso, é patrocinado pelo Sistema Confea/Crea e Mútua.

O objetivo principal do Seminário é evidenciar propostas inovadoras para a resolução de desafios para o melhoramento e expansão do saneamento ambiental, bem como para minimizar os impactos das crises hídricas no país.

Para proporcionar uma integração entre estudantes e profissionais, a programação contará com debates, troca de experiências, apresentação de projetos e a exposição de novas tecnologias.

 

Comentários Facebook