Curso para PCDs encaminha oito alunos para o mercado de trabalho

Jana Pessôa/Setas-MT

As aulas ainda não terminaram para Wancléia Amaral, mas o curso de auxiliar administrativo para Pessoas Com Deficiência (PCD) já lhe rende bons frutos. A aula de conclusão do curso oferecido pelo programa Emprega Rede será apenas nesta quinta-feira (11.08), mas Wancléia já conseguiu uma vaga no mercado de trabalho.

Ao todo, o curso de qualificação teve 160 horas aula e foi realizado pelo Serviço Nacional de Emprego (Sine), por meio da parceria entre Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Wancléia tem 33 anos e possui nanismo. Ela estava desempregada há cinco meses quando soube do curso de auxiliar administrativo e resolveu participar, afinal “uma capacitação a mais não lhe faria mal”, comenta. Ela se inscreveu, participou ativamente de todas as aulas, ao passo que efetuou seu cadastro no banco de vagas para PCDs.

“Entrei no curso porque achei que seria um bom preenchimento no meu currículo para concorrer a uma vaga futuramente. Me interessei nessa oportunidade porque tinha foco para PCDs. E agora, além de ter mais uma habilidade, já fui chamada para fazer entrevista em duas empresas graças ao auxílio do Emprega Rede”, comemora.

Além de Wancléia, outras sete pessoas também já estão sendo encaminhadas para entrevistas de emprego para concorrer a oportunidades de trabalho. Outros dez colegas estão prestes a concluir o curso de auxiliar administrativo.

“É muito gratificante poder participar dessas novas oportunidades que são criadas para eles. São pessoas que correm atrás e que, por meio desse auxílio disponibilizado pela Setas e Senac, conseguiram maior qualificação e estão agora ainda mais aptos para retornarem ou ingressarem no mercado de trabalho”, afirmou Samir Prado, secretário-adjunto de Trabalho e Emprego.

Novas oportunidades

Além das vagas de emprego, os alunos que participarão do curso de auxiliar administrativo puderam ainda concorrer a bolsas de estudo integral para curso superior. Por meio de parceria com a Faculdade Anhanguera, três alunos da classe de PCDs foram sorteados e devem começar em breve a estudar administração.

Uma delas é Lourdes Soares. A cadeirante tem 34 anos e fala que fazer um curso superior sempre foi algo distante da sua realidade por dificuldades financeiras, mas que agora isso está prestes a mudar, também graças às ações do Emprega Rede.

Como eu não tinha condições de estudar, comecei a fazer esse curso de auxiliar administrativo, até meio sem vontade. Mas aí falaram que seriam sorteadas três bolsas e eu fui uma das presenteadas. Então, eu vejo que foi o destino que me colocou aqui para que eu pudesse estar presente na aula e ganhar a bolsa”, comemora Lourdes.

Emprega Rede 

O Emprega Rede é um programa do Governo do Estado dentro do pacote de ações do Transforma Mato Grosso. O objetivo é promover a inclusão produtiva, especialmente do público vulnerável.

São pessoas com deficiência, mulheres vítimas de violência, pessoas acima de 45 anos, jovens e egressos do trabalho escravo, tráfico de pessoas e do trabalho infantil, que são conduzidas para o mercado de trabalho, cursos de qualificação e outras oportunidades.

As unidades da rede socioassistencial (Cras e Creas), delegacias de polícia, Sine e organizações não governamentais são a porta de entrada deste público ao Programa Emprega Rede.

Comentários Facebook