Deixar de comer carne sem prejudicar a saúde é possível? Entenda

Apesar de cada dia mais populares, as dietas vegetariana e vegana ainda acompanham muitas dúvidas, entre elas a possibilidade de “falhas” na alimentação.  Além disso, um estudo recente reacendeu o debate ao relacionar a dieta vegetariana ao aumento no risco de AVC. 

paela com alimentos arrow-options
Getty Images

Entenda melhor a alimentação vegana e vegetariana



Leia mais: Como se tornar vegano? Veja 5 dicas e receitas para quem quer começar

O estudo divulgado pelo periódico The Telegraph  afirma que dietas que excluem a proteína animal podem oferecer riscos até 20% maiores de um acidente vascular cerebral (AVC). A informação está relacionada à possibilidade de deficiência de alguns nutrientes essenciais, como aminácidos e vitaminas B12 e D.

Os profissionais, porém, afirmam que assim como em qualquer dieta, alguns cuidados podem zerar as preocupações. Além disso, o mesmo estudo reconhece que o risco de doenças cardíacas pode ser até 22% menor entre as pessoas que excluíram a carne das refeições diárias e 13% menor entre aqueles que consomem apenas peixes. 

De acordo com o médico nutrólogo Carlos Teotônio, em um papo com o iG Saúde , a escolha de não comer carne não oferece nenhum risco extra e pode ser até mais saudável! Saiba quais cuidados tomar. 

Quais vegetais fornecem as proteínas de que preciso?

Vegano ou vegetariano deve tomar o cuidado de ingerir todos os grupos alimentares, e um deles que costuma gerar dúvida é o das proteínas. Há quem pense que só carne ou produtos animais são boas fontes de proteína, algo errado.

“Assim como os alimentos de origem animal, todo alimento vegetal vai conter proteínas, mas uns mais que outros e com digestibilidades e absorção variadas”, explica Carlos Teotônio.

As principais fontes vegetais que estão lotadas de proteínas são as leguminosas, como o feijão, grão de bico, ervilha, lentilha, soja e amendoim.

O que são aminoácidos essenciais? 

Se você segue uma dieta vegetariana ou vegana, talvez já tenha ouvida falar sobre os aminoácidos essenciais. Fundamentais para a saúde e equilíbrio do corpo, esses nutrientes não são produzidos por nós, o que significa que devem vir inteiramente dos alimentos. 

Ainda existe quem creia na ideia de que apenas a proteína animal pode fornecer todos esses aminoácidos ao nosso corpo, mas quem entende de nutrição busca desmentir esse senso comum. 

“As combinações de vegetais para uma refeição completa são diversas, mas em termos de fornecer os aminoácidos essenciais, nosso feijão com arroz integral é perfeito. A quinoa também contém todos os aminoácidos essenciais”, sugere Carlos Teotônio. 

Leia mais: Alimentação viva pode ser a cura de doenças como a diabetes 

Fique atento às vitaminas D e B12

Conforme sugere a pesquisa divulgada em julho, se a dieta vegana tivesse vilões, seriam as vitaminas D e B12, presentes apenas na proteína animal – como carnes, ovos e laticínios – elas são o argumento de muita gente que tem medo de partir para uma nutrição vegetal.

Mas nada é motivo para pânico. A necessidade de suplementação deve ser avaliada por um especialista e cada caso é um caso, já que o corpo é capaz de armazenar essas moléculas por até cinco anos.

Leia mais: Quem é vegetariano pode ou não comer ovos? Tire suas dúvidas

Entre os alimentos que costumam ser enriquecidos artificialmente com as vitaminas, estão os leites vegetais. Além disso, vale reforçar que os níveis de vitaminas D e B12  estão caindo na população como um todo – por diferentes fatores – mesmo entre os que comem carne.

As regras para a alimentação saudável não mudam!

Um alerta importante é o de que todos – veganos , vegetarianos ou onívoros – precisam atentar para a alimentação saudável. Se as suas refeições diárias são cheias de fritura, conservantes e produtos industrializados, por exemplo, é possível que surjam problemas de saúde independente de comer carne .  “Os derivados de animais não têm nada que precise ser substituído se você tem uma alimentação rica, variada e colorida”, reforça o profissional. 

Comentários Facebook