Devo me vacinar contra gripe em tempos de Covid-19?

Por Rosane Orth Argenta*

Além dos vírus causadores das doenças respiratórias sazonais, neste ano temos ao mesmo tempo a circulação dos vírus da influenza e do SARS-CoV-2 (Covid-19). Por isso, é muito importante tomar todas as medidas disponíveis de prevenção contra essas doenças.

No atual cenário de superocupação dos serviços de saúde, devido ao elevado número de casos de covid-19, a vacinação contra a influenza tem papel fundamental para proteger a população e reduzir a necessidade de atendimentos em serviços de emergência, além de hospitalizações e mortalidade em decorrência da doença.

Desta forma, todas as pessoas devem se vacinar contra as doenças respiratórias sazonais, tanto influenza quanto pneumonias.

Os profissionais da saúde responsáveis pela vacinação contra a influenza devem aproveitar a oportunidade para também realizar a atualização das carteiras de vacinação da população. A vacinação do público-alvo contra doenças respiratórias pode reduzir a sobrecarga nos sistemas de saúde e contribuir com a prevenção de possíveis novos surtos de doenças respiratórias, além de reduzir faltas ao trabalho e possibilitar a manutenção do funcionamento de serviços essenciais.

A Organização Mundial de Saúde definiu como grupos de elevada prioridade para a vacinação os profissionais da área da saúde e os idosos. A seguir, vem as crianças, gestantes e portadores de determinadas doenças crônicas. No Brasil, outros grupos também são contemplados nesta campanha considerando o risco a que estão expostos.

Portanto, é importante que a população contemplada por este atendimento procure os serviços de vacinação, seja no setor público, seja nas clínicas privadas, que atendem toda a população.

É uma recomendação fundamental que todos sejam vacinados contra influenza que tem, até este momento, maior mortalidade que a Covid-19.

 

*Drª Rosane Orth Argenta é especialista em vacinas, cofundadora e proprietária da rede de franquias Saúde Livre Vacinas.

Comentários Facebook