Dieta de Rafa Kalimann pode dar rebote e dificultar o emagrecimento


source

Após a influenciadora e ex-BBB Rafa Kalimann  publicar que está seguindo  uma dieta sem carboidratos, sem doces, sem lacticínios e sem bebidas alcoólicas, muitos nutricionistas se posicionaram contra dietas tão restritivas nas redes sociais. O iG Delas conversou com a nutricionista Carolina Oliveira para entender os riscos desse tipo de dieta.


rafa kalimann
Instagram/Reprodução

Ex-BBB confessou em uma rede social que já estava morrendo de fome


“Quando falamos em reeducação alimentar, nenhum tipo de restrição severa é saudável. Muito se fala em restrição de carboidrato para emagrecimento, por exemplo, mas na maioria dos casos não é necessário cortar, apenas melhorar a qualidade do carboidrato consumido”, conta Carolina.

A influenciadora também postou em seus stories no Instagram um vídeo em que fala que fugiu da dieta poucos dias depois de começar ao comer uma palha italiana, o que fez com que muitas pessoas questionassem sobre os resultados reais da dieta.

Para a nutricionista, o maior perigo desse tipo de dieta são os episódios de compulsão alimentar que tendem a acontecer. “Esses episódios podem vir como um ‘efeito rebote’, dificultando ainda mais o processo de emagrecimento”, declara.

Optar por uma dieta menos radical e com menos restrições geralmente gera resultados mais satisfatórios e estáveis. Carolina diz que para evitar recaídas, é importante ter uma dieta equilibrada e principalmente prazerosa, já que comer envolve muitos sentimentos e afeto.

Outro ponto levantados pelos nutricionistas e seguidores de Rafa Kalimann foi sobre a responsabilidade de uma pessoa pública divulgar a própria dieta em uma rede social onde tem o alcance tão alto. “Existem diversos tipos de estratégias para cada objetivo, a escolha deve ser sempre individual e de acordo com as necessidades de cada pessoa”, afirma a especialista.

“Ninguém deve fazer qualquer tipo de restrição sem acompanhamento de um bom profissional, restrições de grupos de alimentos devem ser feito apenas em casos específicos como alergias e sensibilidades alimentares”, finaliza Carolina Oliveira.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook