Dilemário pede convocação do secretário da Semob para explicar funcionamento de novos semáforos

O vereador Dilemário Alencar (PROS) usou a tribuna da Câmara Municipal na sessão desta quinta-feira (12) para defender a convocação do secretário da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), para prestar esclarecimentos no parlamento municipal sobre o funcionamento e a forma de aquisição dos novos semáforos, denominados de “inteligentes”, que estão sendo instalados em diversas vias urbanas.
O parlamentar fez a leitura do requerimento de convocação de sua autoria na tribuna justificando que é necessária a ida o mais urgente possível do secretário da Semob Antenor Figueiredo na Câmara Municipal, visto que com o início do funcionamento dos novos semáforos já é constante a reclamação da população. Ele apontou que a reclamação se dá pela ausência de temporizadores nos novos semáforos,&nbsp a falta de informação quanto à forma eletrônica de registro de multas e da instalação em rotárias.
“Tenho recebido muitas reclamações da ausência do temporizador que&nbsp orienta e mostra os segundos que faltam para abrir e fechar o sinal. A ausência do temporizador é um retrocesso, pois esse instrumento evita que o semáforo se transforme numa armadilha de multas e contribui para que haja segurança no trânsito. Também, existem muitas reclamações sobre a colocação de semáforos na rotária da Avenida Beira Rio, próxima à ponte Sérgio Mota. Com essa iniciativa o engarrafamento de carros triplicou. Será que a idéia da Semob é colocar semáforos em todas as rotatórias? Acho que não é preciso, pois o condutor de veículo já está acostumado a parar para quem tem a preferencial”, disse o vereador Dilemário.
Outro ponto apontado pelo vereador que precisa de explicação por parte da Semob é de como esta sendo pago&nbsp o valor de R$ 15,4 milhões&nbsp para a aquisição dos&nbsp novos semáforos. Ele informou que a Semob não promoveu um processo licitatório, optou por aderir a uma Ata de Registros de Preços da&nbsp prefeitura de Aracaju (SE), onde foi escolhida a&nbsp empresa Semex S/A, com sede no México, para a instalação de semáforos em 121 cruzamentos da cidade de Cuiabá.
“Apesar de o Ministério Público estar investigando a forma como se deu o contrato assinado entre a Semob e a empresa Semex S/A, é salutar uma explicação a essa casa fiscalizadora dos atos do executivo do porque do alto valor de R$ 125 mil que vai custar em média para cada conjunto semafórico que está sendo implantado em&nbsp 121 cruzamentos de vias urbanas da nossa cidade. Ademais, é preciso saber com está sendo a forma desse pagamento, a fonte originária do recurso e qual o prazo de vigência do contrato assinado&nbsp com a empresa Semex S/A“, pontuou Dilemário.
Pedindo uma questão de encaminhamento, o líder do governo municipal na Câmara Municipal Lilo Pinheiro (PRP), solicitou ao vereador Dilemário que pudesse transformar o pedido de convocação do secretário Antenor Figueiredo em um convite, pois segundo Lilo, o secretário está à disposição para falar do assunto na tribuna da Câmara.
O vereador Dilemário aceitou a solicitação. Entretanto, pontuou que a vinda do secretário da Semob à Câmara para prestar esclarecimentos ocorra até a sessão ordinária da próxima quinta feira (19). Ao contrário, o vereador Dilemário informou que vai protocolar o seu requerimento de convocação.
Assessoria de Comunicação do vereador Dilemário Alencar (PROS)
E-mail: [email protected] Contato: (65) 3617 1580
Mais informações: (65) 99275 1738 (Darwin) e 99990 0979&nbsp
Fan Page: facebook.com/dilemarioalencar/

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook