Distrito Industrial de VG vai passar por uma grande reestruturação, iniciando pela arborização das vias


O Distrito Industrial de Várzea Grande, no bairro Novo Mundo, vai passar por reestruturação, com projetos que vão implementar desde a ampliação e recuperação da malha asfáltica, a revitalização do canteiro central, até a atração de novas empresas à região. O prefeito Kalil Baracat confirmou que as melhorias vão acontecer e que todo o planejamento dessas ações, bem como os investimentos necessários, estão sendo mensurado pelos técnicos do Município. “Hoje estamos dando um primeiro passo, que é a arborização da via principal, graças à parceria entre o poder público e os empresários aqui do Distrito. Tenho compromisso de campanha assumido com a região e sei que juntos poderemos fazer muito. O sucesso de uma cidade é sucesso de todos e minha gestão será marcada pela participação da classe empresarial e da população”.  

Kalil reforçou que mesmo focado na solução para o abastecimento de água, até por conta do período pandêmico, mais de R$ 100 milhões foram aplicados em obras de infraestrutura viária, por meio da pavimentação e revitalização de vias da cidade.

Na manhã de quinta-feira (2), o prefeito participou de mais uma etapa do projeto Reverdejando, que tem como meta realizar o plantio de diversas mudas de árvores nativas e frutíferas, para arborizar a cidade e proporcionar maior qualidade de vida e conforto térmico à população. Numa das laterais da via, o prefeito plantou uma muda de ipê e contou com a ajuda de estudantes de duas escolas municipais da região.

Nessa primeira etapa de arborização do Distrito Industrial serão plantadas mil mudas, inclusive no entorno, chegando a bairros vizinhos. O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Célio Santos, explica que essa ação está sendo realizada em parceria com a Associação dos Empresários e Comerciantes do Distrito Industrial, que doaram as mudas. “A equipe técnica da secretaria vai realizar o plantio e prestar toda orientação em relação à manutenção e necessidades das árvores, o pós-plantio”. Ainda como destacou, a parceria está acontecendo no melhor momento do ano, quando as chuvas retomam ao Estado e dão todo suporte hídrico que as plantas necessitam nessa etapa de desenvolvimento. “Época mais apropriada que existe”.

O presidente da Associação dos Empresários e Comerciantes do Distrito Industrial, Nivaldo Caldas, explicou que o projeto veio ao encontro de uma demanda que os empresários da região tinham há algum tempo. “Temos certeza que os cultivos que vamos realizar aqui vão contribuir para o micro clima local e somar à meta de arborizar ao máximo a nossa cidade. Pouco a pouco vamos criando o hábito de consciência ambiental e despertando as pessoas”. Atualmente, cerca de 50 empresas estão instaladas no Distrito Industrial de Várzea Grande.

PROJETO REVERDEJANDO – Criado na gestão do prefeito Kalil Baracat, o projeto Reverdejando, da secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, tem como objetivo arborizar a cidade e fazer com que Várzea Grande seja reconhecida como uma cidade verde. “Para isso estamos incentivando o plantio de árvores e conquistando a cada dia a participação da população”, frisa o secretário Célio.

O projeto nasceu com a meta de plantar, em 2021, mil mudas de árvores nativas e frutíferas. “Estamos a 30 dias do final do ano e já superamos, e muito, essa meta: já distribuímos e cultivamos 5 mil mudas e acredito que até o final do ano contabilizaremos mais 2 mil”, comemora. Para 2022, por exemplo, a nova meta está estabelecida: 10 mil mudas distribuídas e plantadas pela cidade. “Estamos transformando Várzea Grande numa cidade mais verde. Os resultados do Reverdejando estão sendo vistos e mobilizam parcerias que só ampliam seu alcance pela cidade. Vamos desenvolver mais e mais parcerias e ampliar as ações no próximo ano”.

Caldas disse ainda que o Reverdejando possibilitou a realização de um sonho dos empresários mais antigos em ver a via principal arborizada.

A vereadora Rosy Prado, que também é empresária no Distrito Industrial, reforçou que o plantio da via principal é só o primeiro passo, pois a intenção é estender as ações para os bairros circunvizinhos. “Sombra e conforto térmico são diferenciais que melhoram a qualidade de vida de todos nós”.

Entre as mil mudas estão espécies nativas de Pata de Vaca, Ipês (todas as cores) e Pingo de Chuva.

O secretário destacou ainda que em locais com sombras de árvores, o micro clima chega a ser de 50% a 60% mais fresco quando comparado às regiões descampadas.

A atividade de plantio iniciada hoje, no Distrito Industrial, contou com a participação dos alunos das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB), ´Lenine de Campos e Póvoas’ e ‘Líbia da Costa Rondon’. Os estudantes das séries finais do Ensino Fundamental colocaram a mão na massa e tiveram uma aula de campo sobre educação ambiental, promovida pela gerência de Educação Ambiental da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável.

Comentários Facebook