Dono de time da NBA diz a seus jogadores que é melhor perder; entenda o motivo

Mark Cuban, dono do Dallas Mavericks, uma das três franquias texanas da NBA
Reprodução

Mark Cuban, dono do Dallas Mavericks, uma das três franquias texanas da NBA

O dono do Dallas Mavericks foi multado pela NBA depois de ter demonstrado a intenção de perder propositalmente. De acordo com a revista Sports Illustrated, Mark Cuban afirmou ter dito aos jogadores de sua franquia de que serem derrotados seria a melhor opção. Assim, sendo um dos últimos colocados da temporada, teriam prioridades nas escolhas do draft.

Leia também: Time de basquete perde título por escândalo sexual e leva multa de R$ 2 milhões

Mark Cuban foi acusado de cometer o “tanking”, expressão usada para quando uma equipe que já não tem grandes chances de chegar aos playoffs da NBA ou conquistas expressivas, abre mão da temporada. Quanto pior sua classificação geral, mais chances se têm para recrutar os novos jogadores provenientes basquete universitário.

Leia também: Corrida de bebês é a coisa mais fofa que você poderia ver na rodada da NBA

Durante uma entrevista no podcast House Call with Dr. J , o dono da franquia já sabia que sua fala não seria bem vista por Adam Silver, o comissário da liga. “Adam odiaria ouvir isto, mas eu conversei e expliquei para ele. Falei de nossos planos para a intertemporada e que não iremos fazer isso na próxima. Isso seria mais ou menos, um ano e meio jogando para perder e eu também acho isso ruim. Mas eu acredito que sendo transparente é a maneira de ser dono de um time e ter estabilidade”, disse Cuban.

Depois de ter feito as declarações, Mark Cuban foi multado em 600 mil dólares, o equivalente a R$ 1,8 milhão. A notícia aumenta o clima tenso que circula pelo Dallas Mavericks, já que recentemente o ex-presidente da franquia, Terdema Ussery, foi acusado de assédio sexual pelas funcionárias da equipe.

Leia também: New York Knicks na frente: confira as dez franquias mais valiosas da NBA

Mudanças no Draft

O draft da NBA tende a tentar contribuir para os piores times da temporada para que possam ter chances de escolher os melhores talentos e futuros jogadores. É uma forma de fazer com que a competição seja proporcional e equilibrada. O time com a pior campanha tem 25% de chances de ter a primeira escolha.

No entanto, a liga mais importante do basquete aprovou uma nova mudança, que será exercida a partir do draft de 2019. Para evitar o “tanking”, os três piores times da temporada irão ter 14% de chances cada um de ter a primeira escolha do draft. Além disso, as quatro primeiras colocações vão ser sorteadas entre 14 franquias. Ou seja, o pior time da temporada da NBA poderá acabar sendo a quinta escolha do recrutamento.

Comentários Facebook