Doze foragidos têm mandados de prisão cumpridos pela Polinter

A Gerência Estadual de Polinter (Gepol), da Polícia Judiciária Civil, deu cumprimento a 12 mandados de prisão expedidos pela 2ª Vara de Execuções Penais de Cuiabá.  As prisões decorrentes de ordens de recapturas de presos foram efetuadas ao longo da semana. A operação foi denominada “Benefício Revogado”.

Uma lista com doze nomes de pessoas para serem capturadas foi encaminhada pela Secretaria Adjunta de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, dentro da parceria firmada para o fortalecimento da rede de monitoramento de recuperandos do Sistema Prisional de Mato Grosso, que estão com benefício do uso de tornozeleira.

Todos os doze réus com processo na 2ª Vara de Execuções Penais tiveram os benefícios revogados, sendo seis por quebra de tornozeleira.

O delegado da Polinter, Clocy Hugueney de Oliveira Lopes, informou que os mandados começaram a ser cumpridos depois de levantamentos feitos pelos investigadores da Delegacia de Capturas da Polinter, que identificaram que quatro dos nomes já estavam presos dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE) e do Centro de Ressoacialização de Cuiabá (CRC), possivelmente por cometimento de novos crimes no período do regime semiaberto.  

“Foi um trabalho conjunto com a Vara de Execução Penal, com a Secretaria Adjunta de Inteligência, com apoio do GOE, para cumprimento desses mandados. Iniciamos durante a semana e concluímos nesta sexta-feira, com 12 pessoas recapturadas. A operação foi um êxito porque conseguimos tirar de circulação 12 pessoas com mandado de prisão em aberto”, disse.

Comentários Facebook