Equipe Siminina inicia cronograma de reuniões com as famílias visando o fortalecimento dos vínculos

A equipe do programa Siminina inicia na próxima terça-feira (6) uma série de reuniões com as famílias das mais de 900 meninas assistidas. O encontro será divido por região de atendimento e tem o objetivo de inserir as famílias no programa, possibilitando uma troca de experiência entre educadores, pais e alunos.

Durante os encontros, a equipe Siminina debaterá com os familiares temas como a importância dos pais na educação; criança e o adolescente como público prioritário da responsabilidade dos pais ou responsável legal, além de também levar ao conhecimento dos presentes outros projetos do município que auxiliam do desenvolvimento das atividades do programa.  Nas reuniões os pais ou responsáveis vão ser orientados ainda quanto o uso dos uniformes, horários das aulas, assiduidade, o acompanhamento dos materiais, informes do dia a dia das meninas.

A ação visa trabalhar o processo de fortalecimento de vínculos dos envolvidos, formando um ambiente de aprendizado de qualidade, “e a participação dos pais neste processo faz toda diferença para a vida da criança e do adolescente”, observa a coordenadora do Siminina, Dalma Beatriz Monteiro.

Ainda de acordo com Dalma, o trabalho de aproximação faz parte do processo de transformação que o Siminina traz, possibilitando o acesso à educação, cultura, arte; fatores determinantes na formação, tanto profissional quanto pessoal, de cada ser humano. “Se queremos transformar vidas, temos que ter a sensibilidade de percepção do contexto em que cada menina vive, das suas raízes, do histórico familiar delas. É um trabalho moroso, mas faz toda diferença no alcance do resultado almejado, de inserção em um social de qualidade, impactando em toda caminhada delas”, ressalta.

Programação – Os encontros terão início na próxima semana, começando sempre às 18h30. Na terça-feira (6), quarta-feira (7) e quinta-feira (8), a equipe estará na região Norte, atendendo as unidades do Doutor Fábio, Três Barras, Jardim Vitória, 1º de Março e CPA. Na segunda semana, entre os dias 13 a 15 de março, a equipe vai estar na região Sul, com as unidades do Pedra 90,  Jardim Fortaleza, Tijucal, Getúlio Vargas e Chácara do Pinheiros. Finalizando os encontros, na terceira semana o debate acontece nas regiões Leste e Oeste, unidades do Jardim Leblon, Renascer, Jardim Araçá, Altos do Boa Vista, distritos da Guia e Sucuri.

Para este ano, as simininas foram agraciadas com os cursos de informática e inglês. Atualmente, o programa possui 16 unidades de atendimento na Capital, com projeto em andamento para a construção de mais três polos, o que vai ampliar o alcance nas regiões e posteriormente o número  de meninas atendidas. A última unidade inaugurada – e a primeira desta gestão -, foi a do distrito do Sucuri, em dezembro de 2017, já atendendo 48 meninas. A meta é assistir mais 600 meninas, de 7 a 14 anos, principalmente aquelas em situação de vulnerabilidade social, “desempenando um trabalhado social de caráter continuado na vida dos envolvidos, transformando-as também em disseminadoras desse processo de acolhimento”, finaliza a coordenadora.

Gestão inclusiva: uma nova realidade para a Cuiabá 300 – A Prefeitura disponibiliza vários canais de comunicação, visando à interação com a população no desenvolvimento da Capital. Para ficar por dentro do programa Siminina, é só enviar um WahatsApp para o número 9 8409-3710, ou um e-mail para [email protected], com a mensagem “SIM”.  Por estes canais você também pode enviar suas dúvidas, sugestões, ajudando a Prefeitura na construção de uma gestão de inclusão social, equalizando e dignificando os serviços prestados ao cidadão cuiabano. Participe. Ajude a transformar Cuiabá!

 

Comentários Facebook