Estadual do PT força rompimento com PSDB em Várzea Grande

A direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) notificou, nesta quinta-feira (11), a executiva municipal do PT para deixar a aliança majoritária com o PSDB em Várzea Grande, que tem como candidato a prefeito William Cardoso (PSDB) e a vice-prefeito Fábio Saad (PTC).

A justificativa é o direcionamento nacional do PT de não se aliar com o PSDB, partidos rivais nacionalmente. O PSDB foi uma das principais siglas nas articulações para o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) do cargo. Sendo assim, a executiva estadual do partido desautorizou a união com os tucanos de Várzea Grande.

Segundo informações, a presidente municipal do PT, professora Cida Cortez busca junto a Estadual uma autorização para manter, pelo menos, a aliança proporcional entre os partidos PT, PTC e PSDC. Assim, os trabalhadores ficariam somente aliados na disputa pela Câmara e o candidato William Cardoso perderia o tempo de TV do PT.

O PT aderiu ao projeto de William Cardoso com a entrada de Fábio Saad como vice.

Comentários Facebook