“Eu ainda não entendi muito bem o que aconteceu”, diz Giovani sobre acidente


source
Giovani fala do acidente de carro
Reprodução

Giovani fala do acidente de carro


Na manhã de sábado (31), Giovani, da dupla com Gian, sofreu um acidente de carro quando passava pela Rodovia Presidente Dutra, na altura de Arujá, em São Paulo . Ele estava acompanhado da mulher, Ana Carolina Morais, e os dois foram levados ao Hospital Nipo Brasileiro com ferimentos leves. Eles foram medicados e liberados em seguida.

No Instagram da dupla, já em casa, o cantor e Ana Carolina se pronunciaram sobre o acidente e deram mais detalhes. Eles acreditam que Giovani teve um ‘apagão’. “Acho que você desmaiou. Quando aconteceu o capotamento, o carro capotou umas duas vezes e arrastou por cem metros. Nesse momento em que o carro parou, pensei ‘estou viva’ e comecei a chamá-lo. Perguntei ‘amor, você está vivo?’, e ele não me respondia”, disse a mulher do sertanejo.


Você viu?

Segundo a com a PRF informou ao G1, o sertanejo cochilou na direção, perdeu o controle do veículo e bateu contra uma mureta. O carro capotou e deslizou por cerca de 80 metros, até parar no acostamento da via.

Em nota, a assessora da dupla Gian e Giovani disse que, diferentemente do que foi informado pela PRF, o acidente aconteceu porque o cantor foi fechado por um carreta em alta velocidade. “Frisamos que o Giovani conduzia em baixa velocidade, com cinto de segurança, presando sua vida e de sua esposa e, para não colidir com o outro veículo, nas devidas circunstâncias, conduziu o veículo ao acostamento onde veio a capotar”, diz o comunicado.

O artista tranquilizou os fãs. “Passando aqui primeiro para agradecer pelo carinho de todos que se preocuparam com o que aconteceu. Eu ainda não entendi muito bem o que aconteceu. Dirijo realmente muito bem, tenho muita experiência de estrada”, afirmou o sertanejo. O cantor não se pronunciou sobre a hipótese da Polícia Rodoviária Federal de que ele teria dormido ao volante, mas reforçou que sempre foi cauteloso e pediu que os fãs também tomassem cuidado ao dirigir.

“Quero dar um conselho a todo mundo. Primeiro, cuidado ao volante, como eu sempre tive. Fora isso, use o cinto de segurança, que fez total diferença no que aconteceu hoje com a gente. Realmente protegeu nossas vidas”, disse ele. “Lembrando que a gente não estava em alta velocidade. Acho que a gente tava a uns 80 km/h, e o carro capotou”, disse Ana Carolina.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook