Ex-Malhação recusa convite para pornô: “Aprecio os vídeos, mas não sigo a linha”


source
Marlon Shuck
Reprodução

Marlon Shuck

Marlon Schuck, conhecido por atuar em “Malhação”, voltou aos holofotes recentemente ao abrir uma conta no OnlyFans , site onde famosos publicam conteúdo erótico. 

A repercussão foi tanta que o ator revelou, na quarta-feira (27), que recebeu um convite para atuar em um filme pornô, nos Estados Unidos. 

“Semana passada recebi, de uma produtora internacional, um convite para fazer pornô em Los Angeles. Não tenho preconceito algum, sou um apreciador de vídeos assim. São atores, existe diretor, direcionamento de cena, um roteiro, uma equipe toda envolvida pra gerar conteúdo. Mas não sigo essa linha, e não quero no momento. A gravação seria em Puerto Vallarta, no México, durante 13 dias gravando, R$ 500 por cena. Mas não me chama atenção. Ensaio nu, faria sim”, disse ele à Quem.

Você viu?

Questionado sobre quanto tem lucrado com o OnlyFans, o ator desconversou. “Nem mexo nesse dinheiro, quero continuar gerando conteúdo como se aquele dinheiro não existisse. Depois eu vejo o que faço”.

“O conteúdo que posto no perfil, não tem nada explícito, mas quando um assinante me chama no privado pedindo algo (bunda, pênis, gozo, tomando banho…) eu envio com um cobrança (um valor diferenciado dependendo do conteúdo). Isso varia muito, de R$ 5, uma foto simples, a R$ 100, um video mais caprichado. Posso fazer com gozada, um banho com masturbação, alguns gostam de ver a bunda de pertinho e que eu a acaricie”, detalhou ele.

Empenhado, ele não tem medo de vazamentos. “Quando fiz OnlyFans, as primeiras pessoas que contei foram para minha mãe e irmã. Não estou fazendo nada de errado. Medo eu não tenho porque fiz consciente de tudo o que poderia acontecer, tudo na vida é um risco, mas acredito que esses/ essas assinantes fiéis que pagam pelo conteúdo, querem algo de exclusividade. Mas, caso aconteça de vazar, eu vou assumir, é meu e agradeço mamãe e papai por terem feito (risos). Não tenho vergonha do meu corpo e nem das ferramentas que carrego. Aprendi a me despir dessa vergonha estudando teatro, TV e cinema”, garantiu.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook