Gilberto Figueiredo tem propostas para melhorar programas de incentivos dentro do Estado

O ex-secretário estadual de saúde e pré-candidato a deputado estadual, Gilberto Figueiredo (União Brasil), garantiu que irá trabalhar pautas voltadas para geração de emprego e renda através de programas de incentivos dentro do Estado de Mato Grosso, áreas que, segundo Gilberto, precisam de mais atenção com novos projetos.

Os programas de incentivos do Estado tem como objetivo contribuir para a expansão e modernização das atividades econômicas, estimulando a realização de investimentos em inovações tecnológicas das estruturas produtivas e o aumento da competitividade estadual, com foco na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

“É necessário fazer uma reformulação nos incentivos fiscais, a descentralização e a agregação de valor ao que produzimos, para que possamos captar recursos e promover o desenvolvimento regional e levar para municípios que precisam melhorar. É importante um programa de incentivo que atenda diversos municípios”, disse em entrevista.

“Vamos gerar condições para que todos possam desfrutar da riqueza do nosso Estado. O grande desafio que temos é fornecer mão de obra de qualidade na área industrial. O governo está intensificando ações voltadas para esse fim para que todos possam ter mais renda e que haja uma melhoria na produtividade com um todo. Os programas de capacitação também podem ser estimulados com o apoio da Assembleia Legislativa”, completa.

Gilberto também lembrou do trabalho que executou como diretor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a instituição oferece educação profissional, com o objetivo de contribuir para o crescimento industrial do Estado, disponibilizando profissionais qualificados para atender as necessidades do mercado de trabalho.

“Fui diretor do Senai por 12 anos. O Senai de Mato Grosso hoje é um dos melhores do Brasil. O diretor da federação das indústrias na época era o governador Mauro Mendes, e com a nossa gestão levamos o Senai ao posto de melhor do Brasil por cinco anos. Vejo esse fator como muito importante também para podermos melhorar esse trabalho que vai fazer o Estado só crescer”, avalia Figueiredo.

Comentários Facebook