Governo do Estado lamenta morte do mestre de capoeira e da cultura mato-grossense Jarbas Sokolowski


O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), lamenta a perda do mestre de capoeira Jarbas Sokolowski, que faleceu neste domingo (26.09), aos 51 anos, em Sorriso (MT).

Mestre Jarbas, como é conhecido, chegou a Mato Grosso em 2005, e desde então contribuiu fortemente para o fortalecimento da cultura e do esporte mato-grossenses por meio da capoeira.

Sua trajetória é marcada por inúmeros feitos em prol da preservação e da difusão da arte capoeirista em todo o Estado. Além de conquistar os primeiros títulos nacionais de capoeira representando Mato Grosso, mestre Jarbas resgatou grupos folclóricos de puxada-de-rede, maculelê, berimbaladas, apresentações teatrais e espetáculos de capoeira.

Jarbas atuou como Conselheiro de Estado de Cultura, presidente da Federação Mato-grossense de Capoeira, vice-presidente da Confederação Brasileira de Capoeira e membro do Departamento da International Capoeira Association (ICA). Também foi o primeiro representante do Estado premiado com a maior honraria para mestres de capoeira do planeta, o Prêmio Berimbau de Ouro, recebido em março de 2016, em Salvador (BA).

Atualmente, Jarbas exercia o cargo de diretor do Departamento de Cultura da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Sorriso (Semec) e está sendo homenageado como mestre da cultura mato-grossense em projeto selecionado no edital da Secel-MT.

Representando toda a equipe da Secretaria Estadual, o secretário Beto Dois a Um expressa sua gratidão ao importante trabalho realizado por Mestre Jarbas, que fez dele uma personalidade da capoeira reconhecida dentro e fora do Brasil. 

“Foi um choque receber essa triste notícia da morte de Mestre Jarbas. Nessa semana anterior ele ainda esteve na Secel protocolando projetos, conversando conosco e carregando tantos planos para a cultura de Sorriso e do Estado.  Sem dúvida, é uma grande perda para família, amigos e todos nós. Nosso consolo é saber que sua trajetória e contribuição não serão esquecidas, pois ficarão na história por meio do projeto aprovado no edital Conexão Mestres da Cultura, no qual tive a honra de dar um depoimento recentemente”, lamenta Beto.   

A equipe da Secel externa ainda sentimentos de pesar e de solidariedade à família e amigos do Mestre Jarbas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook