Homem reclama de dor de ouvido e descobre família de baratas no local

source

Médicos do Hospital Sanh, na província de Guangdong, na China, ficaram chocados ao descobrir que a dor de ouvido de um homem era causada por conta de baratas que viviam em seu canal auditivo. O paciente, de 24 anos, identificado apenas como Sr. Lv, foi internado em outubro após se queixar de uma “dor aguda” no ouvido direito.

Leia também: Médico retira barata ainda viva de ouvido de paciente e filma procedimento; veja

dor de ouvido arrow-options
shutterstock

O homem passou a sentir dores no ouvido direito e, logo descobriu, descobriu uma família de baratas no local

“Ele disse que doía muito, como se algo estivesse arranhando ou rastejando por dentro”, diz o Dr. Zhong Yijin à rede de televião AsiaWire , segundo o New York Post . Lv também contou que um familiar chegou a usar uma lanterna para ver se havia algo de errado em seu ouvido e teria visto um grande inseto.

O médico confirmou as suspeitas do homem ao ver uma ninhada de baratas lá dentro. “Descobri mais de 10 bebês de baratas lá dentro”, diz Yijin. 

Leia também: Barata é retirada de ouvido de americana após ficar dez dias presa no local

O vice-chefe de Otorrinolaringologia do Hospital Sanhe, Dr. Jiang Tengxiang, informou à imprensa local  que Lv o paciente tinha o hábito de deixar lanches perto de sua cama enquanto dormia. Isso, provavelmente, levou os intrusos a usarem seu ouvido como uma “câmara de incubação” improvisada.

Com ajuda de uma pinça, os médicos conseguiram extrair a mãe e os bebês, um por um. Apesar da experiência desagradável, a situação do homem poderia ser pior. Isso porque, segundo especialistas, a caixa de ovo da barata alemã, a blattella germanica, normalmente contém de 30 a 40 ovos. 

Leia também: Barata é retirada ainda viva do ouvido de chinês durante cirurgia; assista

O paciente em questão teve apenas ferimentos leves no ouvido e recebeu alta no mesmo dia. Para evitar situações parecidas, Tengxiang recomenda ter boa higiene e usar telas nas janelas. “Isso impedirá que os insetos voem ou rastejem até narizes e ouvidos”, alerta. 

Fonte: IG SAÚDE
Comentários Facebook