Instabilidade no Brasil deve manter dólar em alta, alerta especialista de MT

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que mudou o entendimento da lei sobre a prisão em segunda instância e soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fizeram com que o dólar voltasse a subir. De acordo com o coach de mercado financeiro e trader, Jonathan Bispo, a expectativa é que a pressão do mercado mantenha a moeda norte-americana em alta em relação ao real.

“Na última sexta-feira, o dólar fechou em alta pelo terceiro dia consecutivo, justamente pela decisão do STF, pela soltura do ex-presidente e pelo tom das primeiras declarações dele. Como este cenário deve permanecer por mais um tempo, é preciso cautela por parte do investidor”, destaca Bispo. Por conta deste cenário, o dólar à vista subiu 1,83%, sendo comercializado a R$ 4,1684, acumulando alta de 4,34% na semana, maior alta da moeda contra o real em mais de 14 meses.

Conforme o especialista, a questão envolvendo o ex-presidente Lula cria um cenário de instabilidade política, o que faz com que os investidores deixem de comprar reais. “O resultado disso é justamente a desvalorização do nosso dinheiro com a migração para moedas mais sólidas, no caso o dólar”.

Um outro fato recente também contribuiu para este cenário, o resultado do leilão do excedente da cessão onerosa do pré-sal, abaixo do esperado. “Somando o leilão com a decisão do STF e as consequências disso, tivemos essa pressão para o aumento da moeda”, salienta Jonathan.

Movimentando cerca de US$ 5 trilhões trilhões todos os dias, o mercado de câmbio, ou Forex, é uma ótima opção de investimento e tem ganhado a atenção de cada vez mais pessoas. Baseado em compra e venda de moedas estrangeiras, o Forex proporciona lucros com a variação cambial. Conhecido no mercado como trader lendário, Jonathan Bispo desenvolveu robôs capazes de realizar operações nos principais mercados, empregando estratégias desenvolvidas por ele, gerando bons resultados para os investidores.

Comentários Facebook