Jovem americano fica com “pulmão de 70 anos” após uso de cigarro eletrônico

O famoso cigarro eletrônico, ou vape, quase matou um adolescente de 18 anos nos Estados Unidos. Adam Hergenreder, morador de Gurnee, em Illinois, foi hospitalizado no fim de agosto após fazer o uso do aparelho por um ano e meio. De acordo com a equipe médica, seu pulmão está com aspecto de um idoso de 70 anos.

jovem doente arrow-options
Reprodução/ CBS News

O jovem Adam Hergenreder, de 18 anos, usou cigarro eletrônico por 1 ano e meio e está gravemente doente

Leia também: Os perigos do cigarro e como parar de furmar

Ao canal CNN Health , Adam comentou o choque ao saber o que o cigarro eletrônico tinha feito com seu corpo. “Foi assustador pensar nisso – aquele pequeno aparelho fez isso nos meus pulmões”, declarou ele.

O médico pneumologista Stephen Amesbury, que atendeu Adam no Advocate Condell Medical Center, comentou que mais alguns dias sem assistência médica o jovem teria morrido. “Se a mãe não o levasse ao hospital nos próximos dois a tres dias, sua respiração poderia piorar a ponto de ele ter morrido. Era uma doença pulmonar grave , especialmente para uma pessoa jovem. Ele estava com falta de ar, respirava pesadamente”, disse o médico.

A discussão em torno do vape é mundial. Centenas de usuários do aparelho têm ficado doentes nos Estados Unidos e já foram contabilizadas seis mortes só em 2019. Os especialistas ainda não encontraram uma causa para a doença que está sendo tratada como misteriosa.

“Isso é importante porque estamos vendo um aumento absoluto nas crianças do ensino médio que usam esses produtos com sabor. Hortelã, mentol, sabor de frutas, sabor de álcool, chiclete”, disse o secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar.

Adam Hergenreder usava o vape de nicotina e THC e não tem certeza se os seus pulmões voltarão a 100% de sua funcionalidade. “Eu era um lutador do colégio antes disso e talvez nunca consiga lutar, porque esse é um esporte muito físico e meus pulmões podem não ser capazes de aguentar esses esforço … é triste”, desabafa o jovem.

E como é a situação do cigarro eletrônico no Brasil?

cigarro eletrônico arrow-options
Ana Weiss/ IG

No Brasil a comercialização do cigarro eletrônico é proibida pela Anvisa, porém muitos lugares ainda vendem o produto

No Brasil a comercialização de qualquer produto eletrônico que simule o cigarro é desautorizada pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ) desde o ano de 2009. Porém, é muito comum encontrar os  vaporizadores no centro de São Paulo ou em alguns sites de lojas grandes.

Diferentemente dos Estados Unidos, por aqui não foram registradas mortes pelo uso do cigarro eletrônico até então, porém é importante tomar cuidado com o que é consumido.

Comentários Facebook