Lei de autoria do vereador Elizeu proporcionará aos usuários do sistema “Home Care” a isenção em contas de água e esgoto

class=”olho”>NOTÍCIAS
07/03/2018
Lei de autoria do vereador Elizeu proporcionará aos usuários do sistema “Home Care” a isenção em contas de água e esgoto
O vereador Elizeu Nascimento (PSDC) apresentou em sessão ordinária na Câmara Municipal de Cuiabá o projeto de lei ‘Maryanna Rhayénn’. A lei assegura aos usuários do sistema “Home Care” de atendimento móvel hospitalar residencial e aos portadores de doenças graves de baixa renda a isenção provisória, durante o tratamento e às pessoas com deficiência, de baixa renda, a isenção definitiva dos pagamentos das contas de água e esgoto e de outras providências.
&nbsp &nbsp &nbsp &nbsp &nbsp&nbsp
De acordo com o parlamentar o projeto de lei é para assegurar aos usuários do sistema “Home Care” de atendimento móvel hospitalar residencial e aos portadores de doenças graves, de baixa renda, a isenção do pagamento das contas de água e esgoto durante o período do tratamento.
A lei vai ter o nome de Maryanna Rhayénn, ela&nbsp foi paciente de Home Care, a pequena faleceu com quatro anos e dez meses de idade. A família de Maryanna durante seu tratamento teve diversos atrasos com a concessionária de água e esgoto deste município, em razão da baixa renda familiar e dos custos do tratamento, causando diversas situações constrangedoras, que motivaram a criação desta lei de isenção do pagamento de água e esgoto, a lei é para pacientes que se encontram na mesma situação, a fim de que recebam uma atenção mais humanitária do município e que não venham passar por todo sofrimento ao qual a família de Maryanna passou.&nbsp
Home Care, é o atendimento de profissionais da saúde nas mais diversas áreas a domicílio, para que o paciente possa dar continuidade a indicações prescritas pelo médico após iniciar o tratamento que não tenha necessidade de permanência em um hospital ou para servir como auxílio a pessoas debilitadas ou com restrição motora em suas tarefas diárias.&nbsp
“Essa lei vai ser de extrema importância, porque as famílias que têm pacientes do Home Care têm que se dedicar quase 100% do seu tempo para seu ente querido, e quando se está sozinho complica ainda mais, porque não tem como trabalhar para suprir as despesas que são altíssimas, os materiais hospitalares e as medicações são caríssimos e geralmente a farmácia de alto custo não tem as medicações, além disso, há despesas com fraldas que os pacientes usam o tempo todo. O fornecimento de água e luz é muito importante, já que no caso de Home Care os aparelhos e os procedimentos que são feitos precisam constantemente de ambos”, declara Santos.
&nbsp
“A Sociedade Civil organizada e as associações que representam os pacientes de “Home Care” e as pessoas com deficiência, bem como seus familiares anseiam pela aprovação do presente projeto de lei em caráter de urgência, pois é uma reivindicação antiga da categoria, teremos uma audiência publica no dia 12 de março, na Câmara Municipal de Cuiabá, às 9h, para debater maneiras e soluções para melhoria de vida de cada paciente e seus familiares”, completou o vereador Elizeu.
Laís Canto – Assessoria de Imprensa

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook