Mais de 400 pessoas participam de audiência pública sobre a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO)

Foto: Marcos Lopes

Requerida pelo deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, a audiência pública realizada na última sexta-feira (14) na cidade de Água Boa, em parceria com o Senado Federal por meio do senador Wellington Fagundes (PR), tratou das obras de infraestrutura das rodovias federais e estaduais que compreendem a futura malha ferroviária da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO). Também estiverem presentes o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes, e o governador do estado, Mauro Mendes (DEM).

A abertura do debate foi marcada pela entrega do título de cidadão mato-grossense ao ministro, “agora como mato-grossense estou ainda mais comprometido com Mato Grosso”, disse Tarcísio Gomes.

De acordo com o deputado Nininho, a audiência foi propositiva e deixou o segmento do agronegócio animado. Ele ainda destacou o retorno que a população vai receber.

“Quando um empreendimento como este chega a uma região, ele traz inúmeros benefícios, como é o caso da oferta de emprego e o fomento no comércio local. A presença em massa da população, do segmento do agronegócio e da classe política, fortaleceu ainda mais o debate acerca das obras de infraestrutura como é o caso da BR-242, BR-158 atualmente a principal via de acesso até Alto Palmerante (TO), onde a maior parte da produção é carregada nos vagões da ferrovia Norte-Sul até o terminal em São Luiz (MA), além das MTs- 240 e 414”, destacou o parlamentar.

Para Nininho, a presença do ministro foi esclarecedora. “Acompanho desde o início o projeto da FICO, nós sabemos das dificuldades financeiras que o país enfrenta, e o ministro expôs o caminho que vai viabilizar o projeto que, segundo ele, será por meio de outorga pela Vale”, ressaltou o parlamentar. “A construção da ferrovia por meio de outorga vai destacar o protagonismo da iniciativa privada”, conclui Nininho.

“A FICO é prioridade no Governo Federal, e para que isso ocorra, vamos trabalhar de maneira incansável para que até o início do próximo ano os trilhos comecem a andar”, ratificou Tarcísio Gomes.

Durante a palestra, o ministro descartou qualquer mudança no traçado original, com relação a BR-242. “Nós temos uma alteração minuciosa revisada pela VALEC [empresa pública, vinculada ao Ministério da Infraestrutura], que atualizou o traçado da FICO para o município de Mara Rosa/GO, por apresentar ganhos operacionais sem aumento de custo de implantação, quando comparado ao projeto de 2010 que seria Campinorte/GO”, explicou o ministro.

Conforme a VALEC, alteração dos municípios de Goiás foi autorizada pelo Ibama como complemento do projeto, que será tratada na Licença de Instalação, sem a necessidade de uma nova Licença Prévia.

Da audiência também participaram o senador Jaime Campos, deputados federais e estaduais, secretários estaduais, presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios Neurilan Fraga, presidente da UCMMAT, Edcley Coelho, prefeitos, vereadores e entidades ligadas ao agronegócio.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook