Mauro ressalta importância de ex-secretário para construção do novo Hospital de Juína

No aniversário do município de Juína, que completou 40 anos nesta segunda-feira (09), o governador Mauro Mendes (UB), durante o lançamento das obras de construção do Hospital Regional, ressaltou a importância do ex-secretário estadual de saúde, Gilberto Figueiredo, na condução da SES nos últimos anos, para que o Governo pudesse erguer este hospital no município.

“O Gilberto foi um secretário importante na pasta. Uma das secretarias mais difíceis que existem dentro do governo. Nós enfrentamos dois anos de pandemia. Tivemos muitas dificuldades. Pegamos a secretaria com mais de R$ 600 milhões de dívidas para pagar. Gilberto entregou em abril a secretaria em dia, com todos os contratos pagos”, garante Mauro.

O governador também destacou as ações da secretaria na promoção de reformas em unidades hospitalares do Estado, além da construção de outros três novos Hospitais Regionais, como o de Tangará da Serra, no Araguaia, localizado em Confresa e o de Alta Floresta.

“Praticamente todos os setores da saúde do Estado de Mato Grosso estão em obra e em reforma de ampliação, de melhoria, além da construção de 5 hospitais, que foi conduzido por ele. Os quatro regionais e o hospital central. Em Cuiabá tem ainda o Júlio Müller, que está sendo tocado pela Sinfra. Então Gilberto, assim como outros parceiros, foi muito importante para o avanço que o governo está tendo hoje”, completou o governador.

O ex-secretário da SES, apontou as ações conjuntas da secretaria, do Governo do Estado e das administrações executivas municipais, para que a gestão tivesse como foco ser mais acessível, mudando o cenário da saúde em Mato Grosso.

“É uma honra estar aqui, neste momento em que a cidade completa 40 anos, dando início a uma nova história para a população de Juína. O ganho de eficiência da saúde é muito grande com essa nova unidade. O hospital regional é uma obra importante para todos nós. E mostra o compromisso deste governo com a população, que faz um compromisso e executa”, disse Gilberto.

O novo hospital regional de saúde será referência em média e alta complexidade para sete municípios da região e contará com um total de 151 leitos, sendo 111 de enfermaria e 40 UTIs. O investimento será de R$ 106.728.180,30 somente na construção do hospital, que está previsto para ser finalizado em aproximadamente 22 meses, com previsão de entrega para 2024.

O hospital também vai ter 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

Comentários Facebook