Mesmo após denúncia, Prefeitura mantém irregular depósito de lixo na Secretaria de Serviços Urbanos

Há três meses, o verador Abilio Junior (PSC) denunciou em suas redes sociais o acúmulo ilegal de lixo junto ao pátio da Secretaria de Serviços Urbanos, às margens do Córrego do Barbado, na Avenida dos Trabalhadores. À época, o parlamentar chamou a atenção da Prefeitura de Cuiabá e do Ministério Público sobre os danos ambientais causados pela conduta da administração municipal. Nada foi feito até então e, última segunda-feira (09-09), o local acabou sendo alvo de um incêndio, causando prejuízos à saúde da população local.
A Secretaria está sediada na região da Avenida dos Trabalhadores. A diarista Ana Rosa de Carvalho, de 27 anos, que mora no bairro Carumbé, região atingida pela fumaça da queimada, ficou indignada com a situação. “É um absurdo. A gente já tá (sic) sofrendo com tanta secura, com problemas respiratórios, ardência nos olhos, tosse, dor na garganta, ainda vem a autoridade e deixa que isso acontecer, causando ainda mais problemas pra (sic) gente. Alguém tem que fazer algo. É muita falta de consciência”, reclamou.
Ainda em junho, o vereador Abilio chegou a procurar a administração da pasta. Conforme o parlamentar, a resposta foi que o local funcionava como um “ecoponto” (uma espécie de contendor de grande dimensão que serve para fazer a coleta seletiva de lixo de várias naturezas), mas o parlamentar constatou que o local estava sendo usado de forma irregular, sem licença ambiental, oferecendo riscos à saúde da população.
“Três meses atrás estivemos no local, verificamos vários danos ao meio ambiente, ao córrego que fica ali (Barbado), além do acúmulo de lixo, que nessa época está suscetível à queimada. E foi o que aconteceu. Agora, se não tomarem uma medida urgente, quando chegar o período de chuva, pode surgir outro grave problema de saúde, já que há enorme quantidade de recipientes que podem servir como criadouro do mosquito da dengue”, alertou novamente Abilio.
O vereador salientou que tem cumprido seu papel como parlamentar, que é fiscalizar o Poder Executivo. “Fui eleito para isso e vou cobrar novamente a Prefeitura e o Ministério Público para que tomem uma medida para evitar outro dano à população”, afirmou.

Dana Campos | Assessoria Vereador Abílioo Junior

Imprimir Voltar Compartilhar:  

</div

Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook