Michael Schumacher blindado: Poucas informações e muitas fake news

Mercedes foi a última equipe de Michael Schumacher na Fórmula 1 arrow-options
Divulgação

Mercedes foi a última equipe de Michael Schumacher na Fórmula 1

No dia 29 de dezembro de 2013, o heptacampeão da Fórmula 1 Michael Schumacher sofreu um grave acidente de esqui na estação de Méribel, nos Alpes Franceses – ele bateu a cabeça contra uma pedra e sofreu lesão cerebral.

Leia também: Schumacher está mesmo consciente? Médicos contestam e falam em “falsa esperança”

Desde esse dia, muito pouco se sabe sobre o real estado de saúde de Schumacher , que está com 50 anos de idade. E obviamente que esse mistério abre espaço para especulações, deduções e também para as famosas fake news , que são as notícias falsas.

A informação da vez é de que Schumi estaria consciente  ao dar entrada em um hospital de Paris, na França, para realizar tratamento com células-tronco.  Alguns médicos, no entanto, contestaram e falaram até em “falsa esperança”.

Ao longo de todos esses anos, foram muitas as especulações e notícias da imprensa europeia que não foram confirmadas pelos familiares do ídolo, que fazem de tudo para manterem o alemão blindado, sem que apareça na mídia.

Confira na galeria abaixo imagens da carreira de Schumi:

No ano passado, por exemplo, a revista francesa Paris Match revelou que o ex-piloto  chora ao ver as belezas naturais da aldeia de Andraxt, em Mallorca, na Espanha, onde teria comprado uma casa para ajudar em sua recuperação.

Alguns dias depois, Sabine Kehm, assessora de Schumacher, desmentiu que ele teria adquirido uma propriedade no local .

Em 2017, a revista alemã Bunte publicou uma reportagem revelando que Schumacher teria deixado a cadeira de rodas e voltado a caminhas, numa manchete intitulada “Milagre de Natal”. A  fake news foi parar na Justiça e o veículo foi condenado a pagar uma multa de 50 mil euros (R$ 225 mil) à família do alemão por “notícia falsa e irresponsável”.

Clique aqui e confira as principais notícias sobre Schumacher no iG Esporte

O Daily Express também entrou na onda da especulação e noticiou há dois anos que Schumacher estava pesando menos de 45 quilos, que é cerca de 30 quilos a menos do que nos tempos em que competia. Nada disso também foi confirmado.

No ano de 2015, a revista Autosprint  publicou que Michael Schumacher estava com os músculos da face imóveis, mas que respondia aos estúmulos com os olhos. A mesma reportagem disse que ele chorava ao escutar a voz dos filhos e da mulher, Corinna. Tudo isso foi negado pela família do ex-piloto.

Comentários Facebook