“Nos solidarizamos”, diz presidente da Anvisa sobre voluntário que faleceu


source
Antônio Barra
Leopoldo Silva / Agência Senado

Antonio Barra Torres, presidente da Anvisa

O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Antônio Barra, manifestou-se na tarde desta quarta-feira (21) sobre a  morte do voluntário brasileiro que participou dos testes da vacina desenvolvida pela Universidade Oxford.

“Nossa palavra pessoal e institucional é de solidariedade para com a família desse brasileiro que faleceu. É um momento muito difícil, muito delicado, portanto nos solidarizamos com a família”, destacou o presidente. De acordo com ele, a falta de detalhes sobre a ocorrência no momento “está prevista uma confidencialidade ética em relação a tudo que envolve os voluntários participantes de testes”.

“No dia 19 de outubro tivemos a comunicação oficial conforme reza protocolo, por parte do comitê independente, relatando o ocorrido e ao mesmo tempo relatando a possibilidade de prosseguimento dos estudos, diferentemente do episódio anterior em que houve uma interrumpção”, explicou o presidente, mencionando a suspensão dos testes da vacina ocorrida em setembro deste ano.

A diretora da segunda diretoria da Anvisa, Alessandra Bastos, ainda aproveitou o momento para destacar que “não há de forma alguma nenhuma diferença no tratamento dos estudos [relacionados à vacina contra Covid-19]. Todos eles cumprem rigorosamente o mesmo trâmite”, reforçou.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook