Nova Honda Africa Twin surge em teaser. Será mais em conta e terá mais potência

source

Após divulgar um novo registro de patente para a próxima geração da Honda Africa Twin — que inclui a adoção de um sistema de injeção direta e um novo par de comandos no cabeçote para se aliar ao novo motor de maior cilindrada (1084 cc) — a fabricante acaba de revelar o teaser que antecipa a sua chegada. Esperada para meados do ano que vem já como modelo 2021, ela vai suceder a geração atual que ganhou, recentemente, a nova versão mais valente Adventure Sports.

LEIA MAIS: A Honda CRF 1000L Africa Twin nos caminhos de terra

Até então, o único registro mais claro de como será fica por conta da imagem que vazou no Japão em agosto. Entretanto, a marca anunciou que, no dia 23 deste mês, a nova Honda Africa Twin aparecerá por inteiro. Vale lembrar, também, que virá em outra versão mais em conta, equipada com outro motor igualmente novo, de 850 cc. Ambas em conformidade com as novas metas de emissões de poluentes Euro 5.

Mais detalhes da nova geração

Honda Africa Twin arrow-options
Reprodução

A imagem que foi vazada no Japão é a única prova concreta de como será a nova Honda Africa Twin 2021

Enquanto a 850 cc foi pensada para trazer os atributos da bigtrail a um patamar de preço mais baixo — ante BMW F 850 GS (a partir de R$ 50.950) e a recém chegada na Europa Yamaha Ténéré 700 — a opção de topo com 1084 cc, por sua vez, agrega novas tecnologias para desbancar de vez a rival Yamaha Super Ténéré 1200 DV — que possui um motor maior do que a Africa Twin atual. A variante de entrada deverá ser mais em conta que os R$ 57.990 cobrados pela versão de base da geração de hoje, enquanto a com o motor maior será mais cara que a recém-lançada Africa Twin Adventure Sports (R$ 64.990).

LEIA MAIS: Honda Africa Twin chega à linha 2020 com nova versão e visual

Além de extinguir o motor atual de 998 cc que desenvolve 95 cv, o modelo deve receber sistema keyless, painel TFT, aumento de potência para 102 cv (no motor maior) além de uma atualização no design. Quanto a este, os maiores destaques ficam por conta do aumento no tamanho do farol e das entradas de ar na carenagem.

LEIA MAIS: A aventureira BMW R 1250 GS está ainda melhor tanto na terra quanto no asfalto

Os acertos de freio e suspensão terão como base as alterações realizadas para a versão Adventure Sports. Ela possui um vão livre do solo de 27 cm, com suspensão que traz 252 mm de curso na dianteira e 240 mm na traseira. Em conjunto a tudo isso, um reposicionamento do banco para ficar mais alto, e assim favorecer a postura do piloto. E o tanque de combustível maior, com capacidade para 24,2 litros (eram 18,8 litros na linha 2019 da Honda Africa Twin ).

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook