Novo Conselho Pedra 90 garante atendimento de qualidade para sessenta comunidades da região Sul

Proporcionar um atendimento de qualidade, respeitando os direitos da criança e do adolescente, levando acolhimento completo, regastando e incluindo, com objetivo de dignificar vidas.  Seguindo essa proposta, a Prefeitura de Cuiabá e o Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso (MPT/MT) entregaram a nova unidade do Conselho do Pedra 90, na tarde desta sexta-feira (29). A ação, proveniente de uma parceria entre os poderes, atende as necessidades de sessenta comunidades – urbanas e rurais – da região Sul da Capital.

“Com grande alegria que hoje estamos passando às mãos dessas comunidades mais uma unidade assistencial toda reformada, que garante o atendimento de qualidade, assim, cumprindo com a promessa do prefeito Emanuel de equalizar e dignificar os serviços prestados ao cidadão cuiabano, e também da primeira-dama Márcia, que é madrinha da Assistência e vem desenvolvendo um belo trabalho à frente de várias ações de inclusão social. Quero somente agradecer aos que participaram dessa construção, principalmente ao procurador do Trabalho, Rafael Mondego, pois sem o abraço dele nessa causa, não conseguiríamos alcançar todas essas melhorias, e a adjunta Marlene Anchieta, nossa companheira de luta, que, não mediu esforços para que tudo saísse em conformidade e a população recebesse essa obra com a máxima qualidade. Todos têm só a festejar esse momento grandioso”, destacou o secretário de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Wilton Coelho.

A unidade recebeu a troca de telhado, forro, parte elétrica, piso, pintura, instalação de novas janelas e portas, nova cozinha e demais cômodos de atendimento, como os dos psicológicos. Além da reforma e ampliação, o Conselho também recebeu toda parte de mobília, e, ao todo, foi destinado à unidade o valor de R$ 132 mil, correspondente a dois processos judicializados e um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), em que os valores são oriundos de multas aplicadas em empresas que praticaram irregularidades trabalhistas.

“O MPT não é um órgão que só penaliza. Nós também trabalhamos em ações educadoras e de caratér beneficiador à população,  revertendo esses valores das multas aplicadas nas penalidades,  em  melhorias como essa. Diante disso, acredito que algo maravilhoso me trouxe aqui e pude conhecer a dura realidade da unidade. Tive o que chamo de empatia, logo de início, e fui amadurecendo o projeto, que hoje está sendo entregue aqui. Conheço a luta dos conselheiros, o quanto eles são importantes para a proteção de nossas crianças e adolescentes e suas famílias. Então, essa ação quer dar força a esse trabalho, cooperando para o bem da população. Fico muito feliz em poder ajudar, fazer parte dessa linda missão e desejo  que todos consigam desenvolver um trabalho com mais dignidade e alcançar cada dia mais o objetivo de proteger vidas”, ressaltou o procurador do Trabalho, Rafael Mondego.

Emocionada, a coordenadora da unidade, a conselheira Ivete Alves, expressou sua gratidão pelo olhar sensível dos envolvidos na ação. Ela disse, em poucas palavras, que lidar todos os dias com situações complexas, a fez uma pessoa melhor e mais agradecida. “Aprendi o valor de um sorriso quando  acolhimento correto acontece. Isso pode não significar nada para muitos, mas é grandioso para o coração daquele que vive em vulnerabilidade, em meio à violência. Por isso, tudo isso que se apresenta nesta tarde, é algo que vem para transformar vidas. Muito feliz e agradecida”, esternou Ivete.   

Ainda segundo Ivete, o próximo passo é buscar a instalação de um brinquedoteca, “no objetivo de auxiliar na dinâmica de atendimento, criando um ambiente acolhedor por meio de técnicas lúdicas e visando desmistificar a imagem que as crianças têm de que o Conselho é uma casa de castigo”, completou a conselheira. 

Entre outros benefícios para unidade, estão também um novo veículo e computadores doados pelo Ministério Público do Estado (MPE). 

Em 20017, a unidade do Pedra 90 realizou mais de 2000 atendimentos de casos de crianças e adolescentes  em situação de risco. Cuiabá conta com sete Conselhos Tutelares, incluindo a unidade de atendimento de plantão, atendendo aproximadamente 5000 casos por mês, o dá uma média de 40 e 60 mil por ano.

Estiveram presentes na solenidade os secretários, de Governo, Carlos Roberto da Costa; adjunta de Assistência, Marlene Anchieta; e os conselheiros tutelares da unidade. Também estavam entre os presentes, o vereador, líder do Governo na Câmara, Lilo Pinheiro; assim como várias lideranças comunitárias da região. 

Comentários Facebook