Novos esportivos da Renault poderão ser lançados pela marca Alpine


source
Alpine A110
Divulgação

Releitura moderna do Alpine A110, que teve apenas 1.955 unidades produzidas com motor 1.8, turbo, capaz de render 300 cv de potência

Os próximos esportivos da Renault poderão ser lançados pela marca Alpine , segundo o novo CEO da fabricante francesa Luca de Meo. A notícia surge um mês depois da Renault anunciar que irá mudar o nome de sua equipe na Fórmula 1 para Alpine. No Brasil, o Alpine A108 fez sucesso nos anos 60, quando foi vendido com o nome Willys Interlagos .

Luca de Meo foi responsável por uma iniciativa semelhante quando comandava a Seat, marca espanhola do Grupo Volkswagen. O executivo transformou a Cupra, que antes era apenas uma denominação para os esportivos da Seat, em uma marca independente. 

“Como fiz na Cupra, vou encontrar algum ponto de sinergia entre a marca Alpine e alguns modelos da Renault”, afirmou de Meo, em entrevista para o site Auto Express. “Precisamos de credibilidade. Não vamos fazer uma versão esportiva da Kangoo”. 

A declaração do novo CEO da Renault colocou lenha nas especulações de que a próxima geração do Clio poderá ser o primeiro modelo da Alpine. O Renault Captur é outro modelo que poderá ganhar versão esportiva para concorrer com o Ford Puma ST, exclusivo do mercado europeu. 

“Temos que parar com a nostalgia sobre Alpine e usá-la como uma oportunidade para novos projetos. Pensamos até mesmo em carros elétricos”, afirma de Meo. A Alpine foi comprada pela Renault em 1973, antes de ser campeã do Mundial de Rali do mesmo ano e das 24 Horas de Le Mans de 1978.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook